Vida

"Meu coração está em pedaços", diz tutora de gato encontrado decapitado

Reprodução/South West News Service/Daily Star

O gato foi estava também sem o rabo. O caso é investigado pela polícia

Um gato foi encontrado decapitado em Bristol, na Inglaterra, após fugir de casa. Ru, como era chamado, tinha 10 meses de idade e sumiu no dia 7 de novembro.

Reprodução/South West News Service/Daily Star

Preocupada com o animal, sua tutora, Katie Ross, de 28 anos, fez uma publicação no Facebook pedindo ajuda para encontrá-lo. No dia seguinte, um vizinho dela contou que encontrou o animal morto em frente a sua casa.

“Eu estou de muletas no momento, então saí mancando de casa e pude ver seu corpinho sem vida na calçada. Isso me deixou em pedaços”, disse Katie à agência South West News Service. Após o companheiro dela chegar em casa, o corpo do animal foi levado ao veterinário para descobrir o que havia acontecido.

“A gente rezou para que fosse uma briga entre animais, pois isso é mais fácil de digerir do que pensar que um humano poderia fazer algo tão cruel”, afirmou. No entanto, a causa da morte foi um ato proposital feito por uma pessoa. “O corte em que retiraram a cabeça era tão limpo e reto, que não havia como um animal ter feito aquilo”, explicou.

Além de ter sido decapitado, o gato estava sem rabo. “Os assassinos de gatos, às vezes, o utilizam como uma espécie de troféu doentio”, disse. “Foi absolutamente devastador e meu coração está em pedaços pelo que aconteceu”, completou. Ru havia sido adotado em março de 2019, junto com Morty, seu irmão. Os dois tinham seis semanas de vida quando foram morar com Katie.

Reprodução/South West News Service/Daily Star

“Me dói saber que os responsáveis estão andando pela cidade como se nada tivesse acontecido”, pontuou.

De acordo com ela, a polícia está investigando o caso. O outro gato, explicou Katie, não terá acesso à rua em hipótese alguma. “Estou arrasada e não quero que isso aconteça com mais ninguém”, concluiu.

Por meio da internet, Katie começou a arrecadar fundos para pagar uma recompensa a quem tiver informações sobre o responsável por matar o gato.