Vida

Mais de 60 tartarugas desaparecem de zoo no Japão

Tartarugas-amarela ou tartaruga chinesa (Cuora flavomarginata) | Foto: OKINAWA ZOO & MUSEUM

Dezenas de tartarugas desapareceram recentemente de um zoológico no Japão, as autoridades temem que os animais possam ter sido roubados para serem traficados e vendidos.

Um total de 64 tartarugas desapareceu de seu cativeiro no zoológico e museu de Okinawa, informou a Agence France-Presse na quarta-feira  (6). O zoológico disse que as tartarugas são pequenas, medindo menos de 20 cm de comprimento.

“Nós as alimentamos duas vezes por semana e um guarda observou que o número de répteis estava claramente menor”, disse à AFP o chefe da seção do zoológico, Kozue Ohgimi.

Tartarugas de folhas Ryukyu (Geoemyda japônica) | Foto: OKINAWA ZOO & MUSEUM
Tartarugas de folhas Ryukyu (Geoemyda japônica) | Foto: OKINAWA ZOO & MUSEUM

As autoridades descobriram que algumas braçadeiras de cabos usadas para compensação sobre o compartimento das tartarugas foram removidas. “As redes estavam soltas o suficiente para permitir que um indivíduo se infiltrasse na área”, disse Ohgimi.

As autoridades temem que as tartarugas – consideradas animais exóticos – tenham sido roubadas para serem comercializadas no mercado negro. No total, foram capturadas 15 tartarugas de folhas Ryukyu (Geoemyda japônica) e 49 tartarugas-amarelas ou tartarugas chinesas (Cuora flavomarginata).

“Eles são vendidas por preços altos no mercado paralelo”, disse Ohgimi.
As tartarugas de folha Ryukyu e as tartarugas de listras amarelas estão na lista vermelha de espécies ameaçadas compiladas pela União Internacional para Conservação da Natureza (IUCN), uma organização global focada em conservação e sustentabilidade. Elas também são designadas como “tesouros naturais” no Japão, tornando ilegal comercializá-las.

Filhotes de tartarugas chinesas | Foto: LLLRepitile
Filhotes de tartarugas chinesas | Foto: LLLRepitile

Tanto a perda de habitat devido à agricultura quanto o comércio ilegal de animais domésticos estão ameaçando a sobrevivência geral de ambas as espécies.

A exibição das 23 tartarugas que sobraram está suspensa.

Nesse mesmo parque ocorreu a fuga de macacos em junho, pelo esquecimento de fechar a porta da jaula. Foram recuperados dias depois dentro da mata.

Filhotes de tartarugas de folhas Ryukyu | Foto: Turtle Conservancy
Filhotes de tartarugas de folhas Ryukyu | Foto: Turtle Conservancy

As tartarugas Ryukyuyama habitam as ilhas de Tokashiki e Kume. Há preocupações sobre a extinção e as transações são regulamentadas pela Convenção de Washington. As tartarugas-amarelas são encontradas nas ilhas Iriomote, Ishigaki, em Taiwan e no sul da China.

Uma investigação sobre o caso está em andamento.