Vida

Gastos compensam | 10 dicas para valorizar seu carro e se dar bem na hora da venda

Gastos compensam | 10 dicas para valorizar seu carro e se dar bem na hora da venda

O preço dos carros usados é determinado sobretudo por fatores como modelo, ano de fabricação, quilometragem e versão de acabamento. No entanto, o estado de conservação geral e a aparência interna e externa são outros aspectos que podem fazer a diferença entre fazer um bom ou mau negócio.

Se você pretende vender seu automóvel, antes de anunciá-lo vale a pena tomar alguns cuidados, que envolvem gasto de tempo e dinheiro, mas farão a venda acontecer mais rapidamente e por um valor maior.

Confira algumas dicas selecionadas pela KBB Brasil, empresa especializada em preços de carros novos e usados, e da InstaCarro, plataforma online de compra e venda de veículos.

1 - Histórico de manutenção

Moacyr Lopes Junior/Folhapress
Imagem: Moacyr Lopes Junior/Folhapress

Cuidar da manutenção durante o tempo que você passar com o automóvel é uma prática que vai ajudar a valorizá-lo na hora da revenda. Mas não basta fazer as revisões em dia: é necessário ter tudo documentado. Portanto, guarde todos os comprovantes de revisões e eventuais reparos - as revisões, caso sejam realizadas em concessionária, são inclusive anotadas no manual do proprietário.

Porém, vá com calma: se for realizar algum serviço especificamente para revender o veículo, a KBB Brasil recomenda fazê-lo somente se o custo não for superior a 20% do bem a ser comercializado.

2 - Pintura protegida

Getty Images/iStockphoto
Imagem: Getty Images/iStockphoto

Um dos aspectos que mais chamam a atenção de eventual comprador de carro usado é o estado da pintura. Se estiver bem conservada, as chances de valorização crescem. Evite deixar o carro exposto ao sol por períodos prolongados ou embaixo de árvores, onde frutas e dejetos de pássaros podem causar danos à pintura. Aplicar cera de duas a três vezes por ano é outra prática recomendável pela KBB Brasil.

A InstaCarro dá outra dica: se a venda for para uma concessionária ou loja multimarcas, dá para negociar diretamente os reparos necessários com o interessado. Empresas como essas têm parecerias com oficinas e funilarias e, por conta disso, conseguem pagar menos pelo serviço.

3 - Documentos em ordem

Folhapress
Imagem: Folhapress

Um fator essencial para conseguir uma boa venda é manter todos os documentos em dia, sem deixar pendências relacionadas a multas, IPVA, licenciamento e outras taxas. Verifique se você está com o CRV (Certificado de Registro do Veículo), também conhecido como documento de venda. Mantenha-o guardado em local seguro.

4 - Limpeza

Ivan Ribeiro/Folhapress
Imagem: Ivan Ribeiro/Folhapress

Não basta o seu carro ser bom, ele tem de parecer bom também. Faça uma boa limpeza por dentro e por fora, de preferência uma vez por semana, e evite fumar dentro do veículo, para evitar mau cheiro. Se notar algum odor desagradável na cabine, há empresas especializadas em higienização de interiores automotivos que podem resolver o problema.

5 - Cuide bem dos pneus

Karime Xavier/Folhapress
Imagem: Karime Xavier/Folhapress

Pneus em mau estado causam uma péssima impressão, além de trazerem risco à segurança. Cuidar bem deles faz parte da manutenção de rotina, portanto nem sempre é preciso trocá-los antes de colocar seu carro à venda. Para prolongar sua vida útil, verifique a pressão uma vez por semana e, de tempos em tempos, verifique o alinhamento das rodas, de forma a evitar desgaste prematuro e irregular da banda de rodagem.

Na hora da limpeza, nunca use produtos abrasivos ou que contenham solventes ou outros derivados do petróleo, que podem danificar a borracha. A KBB Brasil recomenda utilizar produtos específicos para pneus ou sabão neutro.

6 - Mantenha o manual e a chave reserva

Simon Plestenjak/Folha Imagem
Imagem: Simon Plestenjak/Folha Imagem

Guardar toda a documentação oficial do automóvel, incluindo o manual, e não perder a chave reserva também valorizam o seu carro - e ajudam a aumentar a confiança de um eventual comprador no produto que você está oferecendo. De acordo com a KBB, detalhes como esses podem fazer o interessado se decidir pela compra entre veículos com igual valor e estado de conservação.

7 - Originalidade conta pontos a favor

Lucas Lacaz Ruiz/Folha Imagem
Imagem: Lucas Lacaz Ruiz/Folha Imagem

Manter o automóvel nas especificações originais é outro fator que ajuda a valorizá-lo na hora da revenda. Veículos modificados tendem a atrair menos procura, pois não agradam a todos os gostos e podem até estarem irregulares de acordo com a legislação de trânsito. Carros rebaixados, por exemplo, precisam trazer no CRLV (Certificado de Registro e Licenciamento do Veículo) observação de que a modificação foi autorizada pelo Detran, mediante a emissão de um CSV (Certificado de Segurança Veicular).

8 - Ar-condicionado em bom estado

Marcelo Justo/Folhapress
Imagem: Marcelo Justo/Folhapress

Segundo a InstaCarro, veículos equipados com ar-condicionado são naturalmente mais procurados. Porém, se o carro que você quer vender tem o equipamento, ele deve estar funcionando perfeitamente e não apresentar mau odor. Há empresas especializadas na manutenção do sistema de climatização, incluindo processo de higienização de dutos para retirar mofo e cheiros desagradáveis.

9 - Mecânica em dia

Rivaldo Gomes/Folhapress
Imagem: Rivaldo Gomes/Folhapress

Antes de colocar o carro à venda, vale a pena fazer uma revisão geral para checar itens como nível de óleo e estado de filtros e outros fluidos. Se for necessário, troque o óleo do motor e seu respectivo filtro e guarde o comprovante juntamente com os demais documentos.

10 - Pesquise o valor de revenda

Imagem: Juca Varella/Folha Imagem

Além de tomar os cuidados descritos acima, é importante saber atribuir o preço real de mercado do seu carro para vendê-lo com mais rapidez. Pesquise antes os valores de compra e venda praticados em sites de classificados e também na Tabela Fipe antes de anunciar o seu carro.

Quer ler mais sobre o mundo automotivo e conversar com a gente a respeito? Participe do nosso grupo no Facebook! Um lugar para discussão, informação e troca de experiências entre os amantes de carros. Você também pode acompanhar a nossa cobertura no Instagram de UOL Carros.