Vida

Galos explorados em rinhas são resgatados e homens são detidos no Ceará

Galos explorados em rinhas são resgatados e homens são detidos no Ceará
Foto: Reprodução/SSPDS

Uma equipe do Batalhão de Polícia de Meio Ambiente resgatou quatro galos explorados em rinhas em Juazeiro do Norte, no estado do Ceará.

O resgate foi realizado no último sábado (30) após denúncia anônima realizada durante ronda da polícia na região. Segundo informações obtidas pelo Diário do Nordeste, dois homens foram detidos.

Após a ação policial, o caso foi registrado na Delegacia Regional do município. Maltratar galos em rinhas configura crime ambiental.

FAÇA PARTE DO #DiaDeDoarAgora EM 5 DE MAIO

A residência na qual os galos foram encontrados fica localizada no bairro Jardim Gonzaga. Uma rinha estava sendo realizada no momento em que os agentes chegaram ao local.

A Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS) informou que foram encontrados no imóvel criadouros, buchas para esporas do galos, luvas para os esporões, analgésicos, seringas, vitaminas para uso animal e pomadas para curativos. Os medicamentos usados nos galos têm o objetivo de manter a sobrevivência das aves para que a crueldade das rinhas continue a ser perpetuada.

Os homens, de 20 e 26 anos, foram encaminhados à delegacia. Eles assinaram um Termo Circunstanciado de Ocorrência (TCO), prestaram depoimento e foram liberados.

Apesar de responder judicialmente por maus-tratos a animais, a dupla não ficou presa porque o crime é considerado de menor potencial ofensivo. O que significa que, além de não caber prisão em flagrante, os agressores das aves devem ser punidos, caso condenados pela Justiça, apenas com penalidades alternativas, como prestação de serviços comunitários e multa.

Após serem resgatados, os galos foram levados à delegacia. Não há informações, porém, sobre o destino final desses animais.