Vida

Carros | Toyota RAV4 híbrido é SUV de luxo com consumo de carro popular

Carros | Toyota RAV4 híbrido é SUV de luxo com consumo de carro popular

No segmento dos SUVs médios, que é muito bem servido de opções, o Toyota RAV4 tem praticamente todos os argumentos necessários para fazer sucesso no Brasil. Exceto, como já deve estar pensando, o preço. Mas isso envolve outra discussão. Aqui, quero comentar sobre o que ele tem de legal para cumprir sua proposta, começando por uma certa exclusividade: o sistema de propulsão híbrido conta com quatro motores.

A receita básica e um tanto diferente é formada por um motor 2.5 a gasolina - com injeção direta e indireta - que rende 178 cv; junto com ele, há mais três motores elétricos: dois no eixo dianteiro - um em cada roda - e outro que atua direto no eixo traseiro.

A transmissão é do tipo CVT, de relações continuamente variáveis. Com esse conjunto, o RAV4 Hybrid tem potência combinada de 222 cv, e 22,5 Kgfm de torque. Números bem interessantes para um carro desse tamanho sim.

Mas o curioso nele - com em qualquer carro com propulsão híbrida - é saber o quanto consegue rodar com apenas um litro de combustível. Nessa questão, sem nenhum exagero, dá para dizer que o RAV4 Hybrid é capaz de deixar muito compacto 1.0 para trás.

Economia real é alcançada dentro da cidade

Pelos parâmetros do Inmetro, os números oficiais de consumo são: 14,3 Km/l na cidade e 12,8 Km/l na estrada. Agora, como todo modelo com propulsão híbrida, saiba que é usando o carro na cidade que conseguimos explorar o potencial para economia de combustível.

Isso porque é no trânsito mais lento, em média até o limite dos 60 Km/h, que os motores elétricos entram em ação com mais constância e absolutamente sozinhos, sem atuação do motor a combustão. Trocando em números e pela minha experiência com o carro, não é difícil alcançar médias de até 17 Km/l na cidade, o que pode garantir mais de 900 quilômetros de autonomia.

O que colabora bem para essa realidade também é o sistema que aproveita a energia gerada nas desacelerações e frenagens para recarregar a bateria. Além disso, o SUV híbrido traz quatro modos de condução: Normal, Sport, ev e Eco.

O ev é a opção 100% elétrica, mas que a gente acaba usando pouco, porque basta a carga das baterias baixar um pouco para o motor a combustão entrar em ação. Já o modo Eco é um grande aliado da economia, pois altera outros parâmetros do conjunto de propulsão para evitar o consumo de gasolina.

SUV de luxo e carregado de tecnologia

Para completar esse pacote moderno, tem outro ponto de destaque e que não pode ser esquecido. Hoje o RAV4 Hybrid pode ser considerado um dos SUVs médios mais tecnológicos à venda no Brasil. Essa é a nova geração do modelo, construída sobre a moderna plataforma TNGA.

Tem um visual bem abusado, que muitos consideram parecido com modelos Lexus, e equipamentos de alto nível, em especial, os voltados para a segurança. Dá para listar mordomias como abertura do porta-malas pelo movimento dos pés, bancos dianteiros com ventilação, ajuste elétricos para o banco do motorista e um bom sistema multimídia com tela de 7 polegadas.

Mas o grande lance dele é o pacote de segurança Safety Sense, que reúne recursos bem avançados, como alerta de colisão frontal com frenagem automática, alerta de saída de faixa, controlador de velocidade adaptativo e farol alto automático. Enfim, só falta mesmo a gente chegar a outro patamar econômico no país e passar de meros compradores a competentes desenvolvedores dessas tecnologias.

Esse um ponto fundamental para acreditarmos que modelos tão interessantes como o RAV4 Hybrid se tornem acessíveis de verdade. Até porque, se a discussão for o preço, esse híbrido ainda é bem caro, com preços entre R$ 193.900,0 e R$ 213.990,00. Mas isso não é exclusividade do SUV da Toyota, já que seus concorrentes diretos, como sabemos, seguem na mesma tocada.