Vida

Carros | Hyundai Creta Smart Plus: nova versão chega recheada para encarar Renegade

Carros | Hyundai Creta Smart Plus: nova versão chega recheada para encarar Renegade

A Hyundai continua a saga de lançar novas versões do Creta. Agora é a vez da configuração intermediária Smart Plus, que promove uma mudança significativa na gama de versões do modelo. De uma só vez ela substitui as antigas Smart e Pulse Plus, posicionando-se entre as configurações Action e Limited.

Por R$ 91.590, ela traz uma boa lista de equipamentos de série de olho no Jeep Renegade Sport, que custa exatamente o mesmo valor. Coincidência? Aposto que não.

A lista de equipamentos inclui itens como controles de estabilidade e de tração, assistente de partida em rampas, piloto automático, sensores de estacionamento traseiros, rodas de liga leve de 17 polegadas com acabamento diamantado, ar-condicionado digital e central multimídia Bluemedia com tela tátil de sete polegadas.

O motor é o conhecido 1.6 16V de até 130 cv e 16,5 kgfm de torque máximo, mas apenas com o câmbio automático de seis marchas.

Assim como o restante da linha Creta 2021, o SUV pode ser adquirido em cinco cores: Preto Onix, Branco Atlas, Prata Sand, Prata Brisk e Cinza Silk, esta última oferecida sob encomenda.

Mas já que estamos falando da versão Smart Plus, confira a avaliação de UOL Carros e descubra se a nova versão merece ir para sua garagem!

Vitor Matsubara/UOL

Hyundai Creta Smart Plus

Preço

R$ 91.590
Carros
4,1 /5
USUÁRIOS
-
ENTENDA AS NOTAS DA REDAÇÃO

Pontos Positivos

Pontos Negativos

Veredito

O Creta Smart Plus surge como opção interessante abaixo dos R$ 95 mil. Bem equipado, ele traz vários itens que só são oferecidos em versões mais caras dos rivais. O modelo também é uma boa opção para quem precisa de espaço, tanto para passageiros quanto bagagens. Só não ande com muita pressa, já que o motor 1.6 de até 130 cv sofre um pouco nas retomadas e ultrapassagens. E lembre-se que economia de combustível também não é o forte deste SUV.

Faz algum tempo que o Creta pede por uma nova geração. Enquanto isso não acontece, a Hyundai faz pequenas atualizações no design (como a realizada há alguns meses) e se vira como dá.

Se as linhas do SUV já são conhecidas, pelo menos a versão Smart Plus traz um estilo elegante. As bonitas rodas de 17 polegadas com acabamento diamantado e as luzes de iluminação diurna no para-choque frontal dão um bem-vindo toque de sofisticação ao modelo intermediário. Alguns detalhes cromados, como a moldura da grade frontal e a régua da tampa do porta-malas, também ajudam na percepção de qualidade.

Por dentro, o Creta tem um bom nível de acabamento. Não há plástico de qualidade ruim na cabine e todas as peças são bem encaixadas. Os bancos trazem uma bonita combinação de tecido e couro, material este que também está presente nos apoios de braço das portas.

Sobra espaço para quatro adultos e uma criança viajarem com conforto, inclusive no banco de trás. O porta-malas de 431 litros é um dos maiores da categoria e possui assoalho plano, facilitando a acomodação de bagagens.

Creta - Marcos Camargo/UOL - Marcos Camargo/UOL
Motor 1.6 16V é o mesmo das demais versões de entrada
Imagem: Marcos Camargo/UOL

Não há mudanças debaixo do capô. Estamos falando do já conhecido 1.6 16V de até 130 cv e 16,5 kgfm que equipa as versões de entrada do Creta. A configuração Smart Plus é oferecida apenas com a transmissão manual de seis marchas, que poderia ser mais "esperta" em retomadas e acelerações.

É dela parte da culpa pelo desempenho preguiçoso do SUV nestas condições. Não foram poucas as vezes em que precisei pisar até o fundo do acelerador para que a caixa "entendesse" minha vontade e reduzisse uma marcha para fazer o motor encher. Aí o nível de ruído na cabine se torna impraticável, ainda que por poucos segundos.

E se o motorista pisa mais é claro que o consumo também vai aumentar. Dados do Inmetro indicam médias de 7,1 km/l na cidade e 8,2 km/l na estrada com etanol no tanque. Se o combustível for a gasolina, os números sobem para 10,1 km/l e 11,3 km/l.

Creta Smart Plus 2 - Vitor Matsubara/UOL - Vitor Matsubara/UOL
Cabine tem acabamento de boa qualidade e central com TV digital
Imagem: Vitor Matsubara/UOL

Se o Creta Smart Plus cair nas graças do consumidor um dos motivos principais será a generosa lista de equipamentos.

O SUV sai de fábrica com controles de estabilidade e de tração, assistente de partida em rampas, sinalização de frenagem de emergência, piloto automático, sensores de estacionamento traseiros, vidros elétricos dianteiros e traseiros, rodas de liga leve de 17 polegadas com acabamento diamantado, ar-condicionado digital, faróis de neblina e luzes de iluminação diurna em LEDs.

Ainda conta com volante revestido em couro, central multimídia Bluemedia com tela tátil de sete polegadas, suporte a Android Auto e Apple CarPlay e TV digital, câmera de ré com linhas adaptativas, sensor de pressão dos pneus e bancos revestidos parcialmente em couro.

Creta Smart Plus 3 - Vitor Matsubara/UOL - Vitor Matsubara/UOL
SUV tem ESP, mas apenas dois airbags
Imagem: Vitor Matsubara/UOL

O Creta traz controles de estabilidade e de tração, mas vem apenas com o airbag duplo frontal obrigatório. Se serve de "consolo", a maioria dos concorrentes repetem o pacote de itens de segurança do SUV da Hyundai. Feliz exceção é o Tracker, que sai de fábrica com 6 airbags em todas as versões.

Os custos de manutenção e de seguro do Creta estão entre os mais baixos da categoria e a garantia oferecida pela Hyundai é a maior do segmento: cinco anos.

Creta Smart Plus 4 - Vitor Matsubara/UOL - Vitor Matsubara/UOL
Preço de R$ 91.590 é o mesmo do Jeep Renegade Sport
Imagem: Vitor Matsubara/UOL

A Hyundai fez uma jogada de mestre com o Creta Smart Plus. Isso porque a novidade concorre com modelos bem menos equipados na faixa dos R$ 90 mil.

O alvo principal da marca coreana é o Jeep Renegade Sport, que custa os mesmos R$ 91.590 e não traz itens como central multimídia, ar-condicionado digital, bancos revestidos em couro e sensores de estacionamento traseiros.

Do outro lado há também o Chevrolet Tracker LT 1.0 turbo, equipado com 6 airbags e destravamento das portas sem chave, mas sem alguns equipamentos, como bancos revestidos em couro e rodas de 17 polegadas. E detalhe importante é que o SUV da GM custa mais caro: R$ 95.890.