Vida

Cães obesos podem ter a vida reduzida em mais de dois anos, diz estudo

Um estudo feito por pesquisadores da Universidade de Liverpool e do Centro de Nutrição e Bem-Estar Animal WALTHAM™, da Mars Pet Care, concluiu que cachorros obesos podem ter a vida reduzida em até dois anos e meio quando comparados aos cães saudáveis.

Foto: Pixabay

A pesquisa, que foi publicada no ‘Journal of Veterinary Internal Medicine’, foi realizada durante 20 anos e acompanhou mais de 50 mil cães. Doze raças foram avaliadas e, embora todas tenham demonstrado redução do tempo de vida quando há excesso de peso, houve variação. No caso do pastor alemão macho, a redução registrada foi de cinco meses. Os machos da raça yorkshire, porém, atingiram uma redução de dois anos e seis meses.

O co-autor do estudo, Alex German, Professor de Medicina Veterinária de pequenos animais na Universidade de Liverpool, lembrou que “para muitos tutores, oferecer alimentos, particularmente restos de comidas e petiscos, é uma forma de demonstrar afeição pelo animal. Ter cuidado com o que você oferece ao seu cão pode ajudar a mantê-lo em boa forma e permitir que ele esteja por perto por muitos anos”. As informações são do blog Coisas de Pet.

Dados recentes indicam que um em cada três cães e gatos está acima do peso nos Estados Unidos. Além disso, segundo outro estudo da Mars Pet, 54% dos tutores de cachorro e gatos sempre ou frequentemente os alimentam se eles pedem e 22% oferecem comida em excesso para fazer o animal feliz.

Outra pesquisa, feita em 2018 pelo Centro de Nutrição e Bem-estar Animal WALTHAM™, concluiu que 59% dos cachorros e 52% dos gatos em todo o mundo estão acima do peso ideal. Mas apenas 24% dos tutores admitem que os animais estão com peso excessivo. O estudo descobriu também que 59% dos tutores se sentem recompensados ao alimentar o animal e que 77% percebe que o animal fica feliz ao ser alimentado.


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, independentemente do valor, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.