Tecnologia

Tecnologia de captura de movimento pode digitalizar seu cão em games

Tecnologia de captura de movimento pode digitalizar seu cão em games

Donos de animais de estimação costumam ter suas galerias de fotos recheadas de imagens de seus bichinhos. Agora, um novo sistema de captura de movimento permite criar um avatar digital dos cães usando apenas uma única câmera.

O processo de digitalizar cachorros é basicamente o mesmo usado para humanos: várias câmeras e um traje de captura de movimento, revestido com diversas bolinhas. No entanto, uma equipe de cientistas da Universidade de Bath, na Inglaterra, acabou com essa dificuldade, de acordo com uma pesquisa publicada no GitHub do grupo. Apesar de incomum, esse é um desenvolvimento que pode melhorar muitos campos, como o da animação, de criação de games ou até a medicina veterinária.

A equipe começou com o método usual de várias câmeras e um traje de bolinhas. Depois de treinar um modelo de computador no caminhar e na pose de 14 raças de cães, todo o hardware extra tornou-se desnecessário. Após o treinamento, uma única câmera RGBD - que também registra a distância de objetos - é o suficiente para detectar e prever com precisão os movimentos de um cachorro e recriá-los virtualmente.

Reprodução

Captura de movimentos de um cão com traje especial. Imagem: Universidade de Bath

"Para a indústria do entretenimento, nossa pesquisa pode ajudar a produzir um movimento mais autêntico de animais virtuais em filmes e videogames" explicou Sinéad Kearney, pesquisadora de Bath, em comunicado à imprensa. "Os donos de cães também podem usá-lo para fazer uma representação digital em 3D de seu animal de estimação em seu computador, o que é muito divertido!"

Diversões à parte, a tecnologia também pode ser uma ferramenta muito importante para os veterinários que estejam monitorando a saúde de um cão. "Essa tecnologia nos permite estudar o movimento de animais, o que é útil para aplicações como a detecção de claudicação em um cão e a medição de sua recuperação ao longo do tempo", concluiu Kearney.

Via: Futurism