Tecnologia

E-commerce ganha associação para cuidar de assuntos exclusivos do setor

E-commerce ganha associação para cuidar de assuntos exclusivos do setor

Por Fabio Caiel

No dia 01/06/2020 foi lançada oficialmente a APAGE (Associação Brasileira de Profissionais e Agências de E-commerce), formada por um grupo de agências especializadas em e-commerce, que identificaram a vivência de problemas semelhantes e a necessidade de união para solução em conjunto, uma vez que o mercado é abrangente e possui espaço para todos. Após um ano realizando encontros, a Associação ganhou vida.

No dia 01/06/2020 foi lançada oficialmente a APAGE (Associação Brasileira de Profissionais e Agências de E-commerce), formada por um grupo de agências especializadas em e-commerce, que identificaram a vivência de problemas semelhantes e a necessidade de união para solução em conjunto, uma vez que o mercado é abrangente e possui espaço para todos. Após um ano realizando encontros, a Associação ganhou vida.

Atualmente, no mercado já existem associações consolidadas, como exemplo a ABRADI e ABCOMM, porém nenhuma delas possui como foco principal entender, tratar e resolver assuntos de agências e profissionais autônomos de e-commerce. A APAGE foi criada com esse propósito, auxiliando na rentabilidade e resolução de problemas para esses profissionais, além de permitir parcerias e contribuir com o conhecimento para outras entidades dentro do segmento.

A prestação de serviços personalizados que englobam os trabalhos realizados pelas agências, como: projetos de e-commerce, marketing digital, design, consultoria, entre outros, não são escaláveis, ou seja, a infraestrutura sempre cresce junto com a receita, não permitindo assim o retorno suficiente para projeção de expansão, renovação e capacitação. Todos esses problemas são desvantajosos quando comparados às plataformas de e-commerce, meios de pagamento, sistemas de gestão (ERP), sistemas de logística, aplicativos e outros.

Através de reuniões foi possível identificar que as ações comerciais desenvolvidas pelas agências, acabam ficando em desvantagem por serem em sua maioria realizadas pelos proprietários, não sendo possível direcionar a atenção devida já que também são responsáveis por outras atividades como a gestão do negócio, infraestrutura, contratação e capacitação de profissionais e acompanhamento dos projetos. Sem a atenção apropriada, os negócios acabam sendo realizados por intermédio de parcerias com plataformas e empresas de sistemas, dificultando o planejamento para médio-longo prazo, e consequentemente gerando incertezas que podem ocasionar a morte de agências.

A união das agências em meio a este cenário é parte necessária, conseguindo através dessa experiência ampliar a visão sobre o mercado, realizar programas de capacitação profissional, gestão de negócios, processos de venda, networking e troca de experiências. Com isso, apontamos para o futuro com a certeza de uma ampla melhoria nos modelos de rentabilidade e dessa forma, evitando e reduzindo a quantidade de negócios que acabam tendo que encerrar suas atividades.

Queremos trazer novos associados e parceiros estratégicos para evolução de projetos e ações planejadas. A intenção a médio prazo é ser referência para todo ecossistema de e-commerce, com amparo técnico, jurídico e estratégico para os associados. Convidamos todas as agências e profissionais autônomos para integrar este projeto.

Para mais informações, acesse o site: http://www.apage.com.br/ ou envie um e-mail para [email protected].

Fabio Caiel é presidente APAGE (Associação Brasileira de Profissionais e Agências de E-commerce)