Tecnologia

BlaBlaCar entra no mercado de patinetes elétricas

BlaBlaCar entra no mercado de patinetes elétricas

A startup de caronas compartilhadas BlaBlaCar anunciou sua expansão para o mercado de patinetes elétricas. A empresa fechou uma parceria com a Voi, uma empresa europeia de patinetes elétricas que já recebeu US$ 136 milhões (R$ 810 milhões) em investimentos. A frota será operada pela Voi, com a marca BlaBlaCar.

A Voi opera em diversas grandes cidades europeias, principalmente na França, como Paris, Lyon e Marseille. A partir das próximas semanas, as patinetes da Voi terão três marcas diferentes: Voi, BlaBlaCar e BlaBla Ride.

Os clientes da Voi ainda poderão usar o aplicativo próprio da empresa para fazer seus aluguéis. Contudo, a BlaBlaCar pretende lançar um app resultante dessa união, chamado BlaBla Ride. Usuários da BlaBlaCar poderão fazer login no aplicativo usando as mesmas credenciais de sua conta BlaBlaCar.

A BlaBlaCar disse à agência de notícias AFP que esta não é uma transação financeira, ou seja, uma compra da outra empresa. Trata-se apenas de uma parceria, trazendo benefícios para os usuários de ambas as plataformas.

Reprodução

Patinete da Voi em Lisboa. Imagem: Reprodução

Em anos recentes, a BlaBlaCar lançou diversos novos serviços em sua plataforma. A startup adquiriu a Ouibus, renomeando-a para BlaBlaBus, além de operar um mercado de caronas para viagens diárias entre a residência do usuário e seu local de trabalho, chamado BlaBlaLines.

Ao contrário de outras empresas, como Grab, Gojek e Uber, a BlaBlaCar não está desenvolvendo um único super aplicativo que acessa vários serviços diferentes. O BlaBlaLines, por exemplo, ainda é um app separado, uma situação que pode causar confusão naqueles usuários interessados em vários serviços.

A empresa acredita que o BlaBla Ride pode ser uma ótima solução para o trecho final do trajeto de seus clientes. Um motorista de ônibus ou de carona pode deixá-lo perto de uma patinete elétrica no centro da cidade, e você pode desbloqueá-la para seguir seu caminho.

Via: Tech Crunch