Política

'SÃO IDIOTAS': guru do PSL se pronuncia sobre ida de deputados à China

'SÃO IDIOTAS': guru do PSL se pronuncia sobre ida de deputados à China

A viagem de um grupo de parlamentares à China virou alvo de duras críticas do filósofo Olavo de Carvalho, considerado um dos principais influenciadores do governo Jair Bolsonaro. O guru bolsonarista chamou os deputados federais de “caipiras” e “idiotas” e disse que os parlamentares estão “fazendo uma loucura”. Entre os que participam da viagem está o deputado federal eleito pelo DF Luís Miranda, do DEM, um dos organizadores da comitiva. Ele rebateu as críticas pelas redes sociais. “Os caipiras aqui têm muito a aprender com eles”, disse Luís Miranda.

A viagem foi articulada pelo parlamentar do DF com a Embaixada da China no Brasil e os custos foram inteiramente pagos pelos chineses. Integram a comitiva os deputados federais Loester Souza (PSL-MT), Alexandre Serfiotes (PSD-RJ), Carla Zambeli (PSL-SP), Felicio Laterca (PSL-RJ), Bibo Nunes (PSL-RS) e a senadora Soraya Thronicke (PSL-MT).

Em um vídeo postado em suas redes sociais, Olavo de Carvalho disse que os parlamentares “estão entregando o Brasil à China, ao poder chinês”. “Vocês são idiotas. Vocês têm ideia da extensão da tecnologia chinesa de controle comportamental? Vocês não estudaram nada disso”, disparou Olavo de Carvalho, fazendo menção à tecnologia de reconhecimento facial. “Vocês são um bando de caipira”, acrescentou o filósofo. “Eu sou o guru dessa porcaria? Não sou o guru de merda nenhuma”.

Luís Miranda rebateu as críticas. O empresário, que morava em Miami até as eleições, conta que faz negócios com os chineses há mais de 15 anos.  “Após tanto tempo fui convidado para conhecer melhor a cultura do país, o sistema de governo, além da tecnologia empregada em vários setores da sociedade, principalmente na área de segurança pública. Isso nos ajudará a propor alternativas eficientes ao governo brasileiro”, explicou o deputado, em nota.

Nas redes sociais, Luís Miranda foi mais ácido nas respostas. “Brasil e China são parceiros de negócios há mais de 40 anos e, nos últimos 9 anos, foi a nossa maior importadora. A China comprou dos brasileiros mais de 65 bilhões, enquanto o Brasil comprou deles apenas R$ 35 bilhões. Também lançamos juntos quatro satélites, por onde trafegam os dados de todos os brasileiros”, argumentou. “Entre mitos e verdades, gurus ideológicos dizem que combatem a ideologia, mas só ficam na teoria. Já nós estamos preocupados com a economia”.

Fonte: Correio Braziliense

Créditos: Helena Mader