Política

Questionado por Datena, Bolsonaro não nega que poderia dar um golpe e fechar o Brasil

Questionado por Datena, Bolsonaro não nega que poderia dar um golpe e fechar o Brasil

O presidente  Jair Bolsonaro (sem partido) concedeu, na tarde desta sexta-feira, 27, uma entrevista por telefone a José Luiz Datena, do Brasil Urgente, da Band. Questionado pelo apresentador se seria capaz de “dar um golpe e fechar o Brasil”, o capitão da reserva não negou que poderia a possibilidade. “Quem quer dar o golpe jamais vai falar que quer dar”.

Na mesma entrevista, Bolsonaro seguiu minimizando a pandemia do coronavírus e defendendo o fim do isolamento social. Ele chegou até mesmo a aventar a possibilidade de que os dados sobre mortes causadas pela doença sejam menores que a realidade.

“Não tô acreditando nesses números de São Paulo”, disparou. A declaração vem em meio a um embate direto com o governador João Doria (PSDB), que vem subindo o tom contra o presidente por conta de sua postura diante da pandemia.

Bolsonaro tem sido alvo de críticas e até mesmo de articulações por um impeachment devido a sua postura considerada negligente com relação à pandemia do novo coronavírus. Ele é contra o isolamento e distanciamento social, única medida eficaz de combate ao novo coronavírus, adotada no mundo inteiro, inclusive nos EUA, Inglaterra, Alemanha, onde o presidente tem forte referência política e também defendida pela Organização Mundial da Saúde (OMS).

Confira o vídeo