Política

NO MESMO PALANQUE: PV e Cidadania fecham aliança em Bayeux em torno da pré-candidatura de Léo Micena

NO MESMO PALANQUE: PV e Cidadania fecham aliança em Bayeux em torno da pré-candidatura de Léo Micena

Deve ser oficializada neste sábado (04), em Bayeux, na região metropolitana da Capital, uma aliança entre os partidos do governador João Azevêdo (Cidadania) e do prefeito Luciano Cartaxo (PV) em torno da pré-candidatura do publicitário Leo Micena nas eleições de outubro. A aliança entre as duas legendas foi confirmada pelo vereador Jeferson Kita, presidente da Câmara Municipal e do Diretório Municipal do Cidadania na cidade.

O projeto Léo Micena também vai ganhar o reforço do ex-prefeito da cidade, doutor Expedito Pereira, filiado atualmente ao MDB e que deve retirar a pré-candidatura para apoiar Micena.

Segundo as lideranças dos partidos que estão compondo a aliança, o projeto conta com o aval das direções estaduais do PV e do Cidadania. Em mensagem enviada ao Polêmica Paraíba, o vereador Jeferson Kita informou que o objetivo da aliança é fortalecer nomes ‘da terra’ na disputa pela prefeitura da cidade. O Cidadania deverá indicar o candidato a vice na chapa de Leo Micena, que poderá ser o próprio parlamentar ou outro nome a ser considerado pelo partido.

“Tanto eu como Léo somos da cidade de Bayeux e naturalmente vamos defender a chapa que seja da terra, não queremos forasteiros na discussão política. A ideia da aliança é para manter a discussão de candidaturas que sejam da cidade, esse é o diferencial”, disse o parlamentar.

Léo Micena, Expedito Pereira e Jeferson Kita devem oficializar juntos, neste sábado (04), a aliança.

A política em Bayeux anda movimentada. Nesta quinta-feira (02), a ex-prefeita Sara Cabral anunciou adesão à pré-candidatura do Capitão Antônio (DEM). O apoio foi costurado pelo deputado federal Efraim Filho (DEM). Políticos da cidade e Antônio já ensaiam uma polarização em torno da discussão sobre candidaturas de dentro e fora da cidade.