Política

Luciano Huck apaga post dizendo que Evo Morales errou e faz tuíte político: 'Espero que a Bolívia restabeleça a sua democracia'

Luciano Huck apaga post dizendo que Evo Morales errou e faz tuíte político: 'Espero que a Bolívia restabeleça a sua democracia'

Em plena campanha antecipada para 2022, o apresentador da TV Globo Luciano Huck apagou uma publicação no Twitter em que dizia que o presidente da Bolívia, Evo Morales, “errou ao tentar se perpetuar no poder”, em que ignorava os violentos atos da extrema-direita no golpe que forçou a renúncia do líder boliviano.

“A renúncia de Evo Morales é uma chance única para renovar a democracia boliviana. Errou ao tentar se perpetuar no poder. Errou ao não permitir uma saudável alternância no cargo, culminando num pleito fraudado segundo a OEA. Agora é juntar os cacos e cuidar p/ q não haja rupturas”, tuitou o global às 22h29 deste domingo (10).

Com a divulgação pelas redes sociais da violência usada pelos grupos paramilitares, que ateraram fogo e saquearam casas do próprio Evo e de pessoas ligadas ao governo, Luciano Huck apagou a publicação e fez um tuíte mais político, dizendo que “o Estado Democrático de Direito deve ser respeitado”.

“Espero q a Bolivia, restabeleça a sua democracia; eleições livres, e livres de fraudes. O Estado Democrático de Direito deve ser respeitado. Repudio todas as manifestações q vão contra a democracia, daqueles q fraudam eleições ou dos q usam da força p/ depor um presidente(SIC)”, escreveu Huck no novo tuíte.