Política

'LIBERDADE VIGIADA': A pena de Ricardo Coutinho é pior que prisão, é humilhação – Por Gildo Araújo

'LIBERDADE VIGIADA': A pena de Ricardo Coutinho é pior que prisão, é humilhação – Por Gildo Araújo

O mundo político paraibano foi sacudido neste último final de semana com mais uma ação contra o ex-governador Ricardo Coutinho e sua equipe que, segundo o Ministério Público, formam uma organização criminosa.

Depois do Superior Tribunal de Justiça (STJ) haver se manifestado sobre habeas corpus de Ricardo, que foi votado e aprovado por quatro votos a um, cujo resultado foi favorável ao ex-governador Ricardo Coutinho, e também a mais sete acusados, viu-se uma euforia nos semblantes dos simpatizantes do ex-governador da Paraíba onde já havia suposições, inclusive, dele vir a concorrer ao cargo de Prefeito de João Pessoa nas eleições deste ano, o que ainda é possível já que não tem nada transitado e julgado..

Mas, em meio a toda a festa que ocorreu, eis que surgem as tais medidas cautelares adotadas pelo Dr. Ricardo Vital de Almeida, Desembargador da Paraíba e relator da Operação Calvário. Uma de suas medidas determinou o uso de tornozeleiras eletrônicas não só para o ex-governador Ricardo Coutinho como para os sete acusados. A decisão tomou a todos de supresa.

Pois saber que Ricardo Coutinho há pouco mais de um ano era a maior autoridade do Estado, temido pelos seus adversários e até alguns correligionários, e hoje, se encontra amarrado por uma tornozeleira eletrônica, parece algo surreal e nos faz refletir de como a vida dá voltas.

A verdade é que Ricardo Coutinho passa por um dos momentos mais humilhante de sua vida. E se está pagando pelos seus pecados, não cabe a nós aqui analisarmos, mas serve para reflexão de que não adianta a soberba pois a queda vem adiante.

Essa extrema decisão talvez tenha sido para precaver alguns de seus adversários que temem pela sua soltura junto com seu irmão Coriolano Coutinho que, segundo o GAECO e o Ministério Público, trata-se de uma pessoa de alta periculosidade.

A verdade é que a humilhação é tanta que até o ex-presidente Lula declarou após sua soltura que preferia continuar preso do que colocar uma tornozeleira eletrônica. Usar tornozeleira significa ser preso de si próprio, pois onde estiver estará sendo monitorado, trazendo grandes frustrações e porque não dizer até problemas psicológicos como a depressão.

É lamentável ver tal situação, porém não dá para assistir a tantas pessoas que se dizem representantes do povo, mas quando assumem o Poder começam a se locupletarem do erário público e se auto declarando donas do Poder, deixando servidores sofrendo por falta de diálogo e a população sem os atendimentos básicos como falta de medicação, por exemplo.

Infelizmente o que está acontecendo com Ricardo Coutinho é algo didático para àqueles que estão se candidatando a prefeito, vereadores etc e têm outra ideia que não seja servir ao povo.

Por fim, lamentamos o fato deste triste momento que vive a Paraíba, principalmente, vendo um homem público da estirpe do ex-governador Ricardo Coutinho que tinha um nome cotado para ser candidato a Presidente da República, hoje está desmoralizado. Cremos que essa decisão do judiciário põe fim às pretensões políticas do ex-governador, pelo menos, para prefeito da capital e porque não dizer sobre as suas pretensões para governador do Estado. É uma lástima tudo isso, mas vamos aguardar os próximos capítulos dessa novela que apenas está começando.

Leia mais aqui.