Política

'ENGANADOR PROFISSIONAL': Durante entrevista Ciro Gomes define ex-presidente Lula como 'defunto político'

'ENGANADOR PROFISSIONAL': Durante entrevista Ciro Gomes define ex-presidente Lula como 'defunto político'

O ex-presidenciável e ex-ministro do primeiro governo de Luiz Inácio Lula da Silva, Ciro Gomes(PDT), concedeu uma entrevista ao jornalista Marcelo Tás para a TV Cultura e criticou duramente o ex-presidente. Ciro que assumiu ser alguém mais propenso ao ataque durante os debates e comentou sua fama de ter ‘pavio-curto’ ao tratar com os outros, definiu Lula como defunto eleitoral.

“Eu conheço o Lula. Ele é um encantador de serpentes, um enganador profissional. Não tem um companheiro com quem ele não tenha sido desleal ao longo da vida inteira, ele cultiva isso”, afirmou o pedetista ao definir o ex-presidente. Para Ciro o Partido dos Trabalhadores atualmente não saberia como lidar com a figura de Lula enquanto maior liderança do partido uma vez que ele estaria inelegível até os seus 90 anos de idade.

Sobre a última eleição Ciro enxergou que o anti-petismo teria fortalecido muito o nome do presidente Jair Bolsonaro(PSL) a quem ele defendeu como “tosco e inverossímil”. Ele afirmou que nenhum dos adversários levava em conta o nome do ex-capitão do exército como alguém a ser considerado para o segundo turno das últimas eleições presidenciais e que esperavam que seu nome ressecasse ao longo da disputa. Para ele a facada sofrida pelo presidente no meio da disputa eleitoral teria sido fundamental para que ele sobrevivesse ao embate de ideias.

“Eu já engoli merda em nome deles demais”, afirmou Ciro antes de criticar os governos da ex-presidente Dilma Rousseff a quem ele definiu com uma despreparada. Ele também questionou a aliança do PT com o MDB ao lançar o nome de Michel Temer como vice nas duas chapas que elegeram a petista. O ex-governador do Ceará afirmou sempre ter apontado que Temer seria um “chefe de quadrilha”. Veja a entrevista completa abaixo:

Fonte: Polêmica Paraíba

Créditos: Polêmica Paraíba