Política

CALVÁRIO: Revista Crusoé revela que Waldson de Sousa celebrou acordo de delação premiada com a força tarefa da operação

CALVÁRIO: Revista Crusoé revela que Waldson de Sousa celebrou acordo de delação premiada com a força tarefa da operação

O ex-secretário de Saúde da Paraíba Waldson de Sousa celebrou acordo de delação premiada com a força tarefa da Operação Calvário, responsável por desbaratar um amplo esquema de desvios milionários de recursos no estado. Na tarde de quinta-feira, 23, Waldson compareceu à sede da Superintendência da Polícia Federal para dar início aos depoimentos. O ex-secretário foi preso em 17 de dezembro junto com o ex-governador Ricardo Coutinho  e mais 15 integrantes do esquema criminoso. Coutinho, no entanto, foi solto depois de um habeas corpus concedido pelo ministro Napoleão Nunes Maia Filho, do Superior Tribunal de Justiça.

Em um dos áudios reunidos pela Operação Calvário, Waldson Souza aparece combinando com o procurador-geral do Estado, Gilberto Carneiro, e um empresário não identificado, como seria o procedimento para que a empresa em questão fosse a ganhadora de uma licitação na área da saúde.

A organização criminosa comandada por Ricardo Coutinho teme pelo que Waldson possa revelar. O ex-secretário era um dos auxiliares mais próximos do ex-governador, a ponto de ter sido escalado para coordenar a campanha do PSB no estado. Com a eleição de João Azevedo ao governo da Paraíba, Waldson virou secretário de Planejamento.