Política

'Bebianno espalhou fotos de 'suruba gay' para impedir que eu fosse vice', diz 'príncipe' bolsonarista

'Bebianno espalhou fotos de 'suruba gay' para impedir que eu fosse vice', diz 'príncipe' bolsonarista

O presidente Jair Bolsonaro desistiu de convidar o príncipe Luiz Philippe de Orleans e Bragança para ser vice-presidente em sua chapa depois de ter sido informado por seu então braço direito, o advogado Gustavo Bebianno, que haveria fotos de Orleans e Bragança participando de uma orgia e que ele teria envolvimento em agressões a moradores de rua. (…)

“Bebianno armou e não queria que eu fosse o vice. Ele disse ao presidente que haveria um dossiê que tinha fotos minhas, segundo um amigo me contou na ocasião. O dossiê foi usado porque era domingo de manhã e era o último dia para protocolar quem seria o vice. Ele não queria colocar um militar, inicialmente”, contou Orleans e Bragança a ÉPOCA.

Segundo o príncipe, Bolsonaro lhe pediu desculpas na última terça-feira 12. “Sei que esse tipo de armação ocorre a todo momento. Sei que circulam informações falsas. O dossiê era de fotos que eu fazia uma suruba gay e que eu batia em mendigo”, contou o deputado.