Política

Ato pró-democracia tem confronto entre manifestantes e PM na Avenida Paulista

Ato pró-democracia tem confronto entre manifestantes e PM na Avenida Paulista

A Avenida Paulista, no centro da capital paulista, estava tendo ato e marcha contra o fascismo e a favor da democracia na tarde deste domingo (31), segundo informou a assessoria de imprensa da Polícia Militar (PM). Vídeo que circula nas redes sociais mostra os manifestantes gritando “democracia, democracia” (veja acima).

O ato foi organizado por torcidas organizadas de futebol, entre elas a do Corinthians. Pelo menos dois confrontos ocorreram durante o ato, que seguia pacífico até o início desta tarde. A primeira confusão foi entre os torcedores e bolsonaristas, segundo policiais militares.

O segundo confronto foi entre os torcedores e a PM. Nas duas ações, policiais usaram bombas de efeito moral e avançaram contra os manifestantes para dispersar os tumultos.

De acordo com a corporação, pessoas começaram a se reunir pela manhã no vão livre do Museu de Arte de São Paulo (Masp), e depois caminharam pela Paulista.

Segundo a PM, um grupo da Gaviões da Fiel, torcida organizada do Corinthians, entrou em confronto com um grupo rival, e policiais militares intervieram com bombas de efeito moral para dispersar o tumulto. A Polícia Militar não soube informar se o grupo rival era de outra torcida ou de apoiadores de Bolsonaro, que se encontram perto do prédio da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp).

Segundo a PM, pessoas usando camisetas amarelas e simpatizantes do presidente Jair Bolsonaro também estavam circulando pela região. Por esse motivo, existia o risco de tumulto entre os manifestantes. Entre os atos que ocorriam perto da Avenida Paulista tem os que pedem a reabertura do comércio durante a pandemia.