Política

Aparecem cheques usados para sacar da conta de prefeitura recursos públicos que vieram a sumir

Aparecem cheques usados para sacar da conta de prefeitura recursos públicos que vieram a sumir

Por Rômulo Rocha - Do Blog Bastidores

_________________

O PRÓPRIO PODER PÚBLICO SAQUEANDO

- Onde já se viu, governos assistirem, inertes, ao desfalque imposto a um empreiteiro que fez as obras de melhoria no âmbito da educação, reconhecidamente executadas pela própria prefeitura de São Raimundo Nonato?

_________________________

_Data dos saques dos cheques 

POLÍCIA FEDERAL PODE VIR A SER ACIONADA

Em contato esta noite com o titular do Blog Bastidores, do 180, o empresário possivelmente lesado pela própria prefeitura de São Raimundo Nonato - na gestão de Avelar de Castro Ferreira -, proprietário da PM Engenharia LTDA ME, Péricles Filho, disse que os cheques usados para dois saques que totalizaram valor de cerca de R$ 161 mil já foram remetidos ao Tribunal de Contas do Estado (TCE). Também não está descartado que cópias dos documentos sejam apresentadas à Polícia Federal, já que comprovam saques suspeitos feitos na Caixa Econômica nos dias que antecederam o Reveillon de 2017 e a mudança da então gestão para a atual. 

Recentemente o Tribunal de Contas do Estado determinou que fosse instaurada Tomada de Contas Especial para apurar as responsabilidades sobre o sumiço da quantia que deveria ter sido usada para pagar a PM Engenharia, que comprovou, por sua vez, com atesto até da própria prefeitura de São Raimundo Nonato, que realizou a construção de um muro em escola de 12 salas padrão FNDE, localizada no Bairro Aeroporto, no município.

Os cheques abaixo, usados para saque em dinheiro na 'boca do caixa' no apagar das luzes do ano de 2016 são assinados por dois funcionários da prefeitura. As assinaturas seriam do então Chefe de Gabinete e Controlador do município na gestão de Avelar de Castro Ferreira, Ananias Pereira. E do então tesoureiro Junival Negreiros. 

Cheque nominal no valor de
_Cheque nominal no valor de R$ 48.339,08
_Cheque nominal no valor de
_Cheque nominal no valor de R$ 112.791,18

Um deles foi localizado via telefone. Ananias Pereira, que se apresentou como então ordenador de despesas, diz que a primeira assinatura nos cheques, cujas cópias estão acima, eram dele, mas que cabe a Junival Negreiros e ao prefeito explicarem onde foi parar os valores.

O então tesoureiro não foi encontrado até o momento. O prefeito diz que não sabe de nada e que não assinava cheques. "Não assinava, mas mandava pagar, mandava pegar os cheques lá", rebateu Ananias Pereira.

Indagado se tinha ideia de quem teria pego tais cheques e feito os saques, o ex-ordenador de despesas falou que não faz a mínima ideia e sugeriu que fossem visto as filmagens. Os saques, no entanto, foram feitos no final de 2016. 

O dono da construtora vítima também procurou o Ministério Público Federal (MPF) e não descarta procurar a Polícia Federal, já que suspeita que alguém dentro da Caixa Econômica Federal (CEF) tenha facilitado os saques desses dois cheques nominais a pessoas estranhas à empresa PM Engenharia LTDA ME. 

Além do mais, na nota fiscal, consta que o pagamento deveria ser feito conta a conta no Bando Bradesco, onde a construtora tem sua conta estabelecida.

_Dados Bancários remente a conta da empreteira no Bradesco
_Dados Bancários remente a conta da empreteira no Bradesco 

Outro detalhe interessante, segundo relatou o empresário Péricles Filho, é que atrás dos cheques foram apostas assinaturas falsas, como que sendo suas.

Em face disso, um exame grafotécnico poderá ser pedido. 

ATUAL GESTÃO DÁ DE OMBROS

A atual gestão da prefeitura de São Raimundo Nonato, mesmo após a comprovação de que a obra foi realizada, não se prontificou a pagar a empreiteira. 

No início, chegou a alegar que o processo havia sumido.

VEJA TAMBÉM:___________

- São Raimundo Nonato: dinheiro em espécie da prefeitura sacado na 'boca do caixa' sumiu no reveillon