País

REDUÇÃO DA VIOLÊNCIA NO BRASIL: consciência cidadã e postura do Governo contribuíram para diminuição dos homicídios, diz ex-secretário do RJ

REDUÇÃO DA VIOLÊNCIA NO BRASIL: consciência cidadã e postura do Governo contribuíram para diminuição dos homicídios, diz ex-secretário do RJ

Foto: ministro Sérgio Moro e especialista e militante da causa de Segurança Pública do Rio de Janeiro, Roberto Motta

O Brasil registrou uma queda de 23% nas mortes violentas nos primeiros quatro meses deste ano em comparação com o mesmo período de 2018, de acordo com dados divulgados nesta quarta-feira (12) pelo Ministério da Justiça e Segurança Pública com base nos dados oficiais dos 26 estados e do Distrito Federal.

No primeiro quadrimestre, foram 14.374 mortes violentas, o que significa 4,3 mil mortes a menos que o registrado nos meses de janeiro, fevereiro, março e abril de 2018. Na Paraíba, nos primeiros 4 meses de 2018 foram registrados 416 mortes violentas contra 326 esse ano.

O especialista e militante da causa de Segurança Pública, Roberto Mota, que tem atuação no Governo do Rio de Janeiro, destacou que a consciência cidadã contra a violência e ações dos governos estaduais e federais efetivaram a redução dos números.

“Tínhamos 60 mil homicídios e apenas 8% eram solucionados. A consciência da gravidade desse problema estava se espalhando pela sociedade e se espalhou pelo Brasil inteiro. Essa preocupação foi incorporada no novo Governo de uma forma muita afirmativa, então essa atenção que começou a ser dada, e com certeza ela contribuiu com essa redução, que é um índice muito significativos”, destacou.

Roberto Motta considerou ainda que é necessário endurecer as leis, valorizar o trabalho da polícia e reestruturar o sistema prisional ara reduzir ainda mais esses números. “Precisamos reestruturar o nosso sistema prisional, que está nas mãos das facções organizadas, e a expansão desse sistema. Nós precisamos ter o dobro ou o triplo do número de vagas do que há atualmente, para que possamos retirar os criminosos das ruas e colocar eles dentro das cadeias. Precisamos ampliar o sistema prisional e reestruturar nossas polícias”, enfatizou.

O Major Vinicius, do núcleo de análises criminal e estatística da Secretaria de Segurança e Defesa Social da Paraíba (SEDS), ressaltou que a Paraíba está a 7 anos reduzindo o número de homicídios. Esse ano foram 400 homicídios contra 502 no ano passado. Ele destacou que um dos fatores que ocasionaram redução nos números foi o programa ‘Paraíba Unida pela Paz’.

“Paulatinamente estamos reduzindo através de uma série de fatores, a exemplo da qualificação à repressão, prisão de homicidas, combate intenso ao tráfico de drogas e apreensão de armas de fogo”, ressaltou Vinicius.

Fonte: Polêmica Paraíba

Créditos: Polêmica Paraíba