País

Qual é o time ideal europeu para eles? | Blog do Rafael Reis faz sugestões como o Sevilla para Dudu

Qual é o time ideal europeu para eles? | Blog do Rafael Reis faz sugestões como o Sevilla para Dudu

O Mercado da Bola-2020 está a todo vapor. Todos os dias, os dirigentes dos clubes brasileiros estão indo atrás de reforços para a próxima temporada e também recebendo sondagens/propostas de cartolas interessados em contratar seus jogadores.

Mas, você já parou para pensar qual seria a equipe perfeita da Europa para receber os principais atletas do seu time de coração? Será que aquele seu zagueiro combina com o estilo de qual clube? E o atacante trombador, mas que faz gols como ninguém?

Pensando nisso, o "Blog do Rafael Reis" apresenta abaixo sugestões de "destinos ideais" no Velho Continente para sete jogadores que se destacaram no futebol brasileiro ao longo desta temporada.

GABIGOL
Time que defende: Flamengo
Time onde se encaixaria: Inter de Milão (ITA)

Artilheiro da Libertadores e do Brasil neste ano, o atacante ainda não sabe qual será o seu destino a partir do próximo mês, depois do fim do seu empréstimo ao Flamengo. O curioso é que, se não fosse o filme queimado que deixou na Itália, a melhor opção para Gabigol seria mesmo retornar à Inter de Milão, com quem tem contrato. O camisa 9 dificilmente seria titular da equipe neste momento, mas daria um ótimo reserva para Romelu Lukaku. Afinal, Gabigol teria tudo para funcionar ao lado de Lautaro Martínez, formando uma dupla com dois atacantes capazes de se alternar entre as funções de centroavante e segundo homem de frente, mesma dinâmica que possui com Bruno Henrique no Flamengo.

EVERTON
Time que defende: Grêmio
Time onde se encaixaria: Bayern de Munique (ALE)

Por muitos e muitos anos, o jogo ofensivo do Bayern passou pela capacidade individual de Arjen Robben e Franck Ribéry entortarem seus adversários pelos lados do campo. Não à toa, a primeira temporada do clube de Munique sem a dupla tem sido trágica. Serge Gnaby e Kingsley Coman, os pontas mais utilizados pelos bávaros em 2019/20, são bons jogadores, mas falta a eles a capacidade de improvisar na hora do um contra um. E é justamente essa a característica que mais chama a atenção no futebol do Cebolinha. Everton é muito bom quando vai para a cima dos zagueiros. Só que não é apenas um driblador, mas também um atacante que sabe finalizar depois que escapa dos marcadores.

RODRIGO CAIO
Time que defende: Flamengo
Time onde se encaixaria: Manchester City (ING)

Rodrigo Caio não é um zagueiro especialmente alto (1,82) e nem dos mais fortes. Também não é acima da média no contato com os atacantes adversários. Em compensação, tem ótima qualidade de passe, boa leitura tática e velocidade suficiente para competir com os homens de frente. Essa é a mistura que Pep Guardiola costuma avaliar na hora de contratar um zagueiro. E poucos times de primeiro escalão precisam de mais defensores neste momento que o Manchester City, que vem sofrendo com lesões dos seus homens de zaga e tem improvisado Fernandinho lá atrás.

DUDU
Time que defende: Palmeiras
Time onde se encaixaria: Sevilla (ESP)

Apesar de ser o principal jogador do Palmeiras e estar mantendo um futebol de alto nível já há algumas temporadas, o camisa 7 dificilmente conseguiria sair do Brasil direto para um clube da prateleira de cima da Europa. Aos 27 anos, Dudu ficou velho demais para o perfil de jogador que os Barcelonas e Real Madrids da vida têm buscado aqui no país. Restaria ao atacante a possibilidade em atuar em times de um andar de baixo e de países onde seu porte físico nada avantajado não seria problema. Sendo assim, o Sevilla talvez fosse uma das melhores opções para recebê-lo.

BRUNO HENRIQUE
Time que defende: Flamengo
Time onde se encaixaria: Borussia Mönchengladbach (ALE)

Como já está a caminho dos 30 anos (tem 28), sofre do mesmo mal que Dudu e provavelmente não teria vez naqueles clubes mais consagrados do Velho Continente, apesar de ter sido o craque do último Brasileiro e de estar na seleção. Mas Bruno Henrique tem a vantagem de já ter atuado em um país expressivo da Europa e de, devido à passagem pelo Wolfsburg, ter o mercado um pouco mais aberto na Alemanha. Como Borussia Dortmund, RB Leipzig e Bayer Leverkusen costumam priorizar a contratação de jovens, o melhor cenário para ele poderia ser o Borussia Mönchenglabach, atual líder da Bundesliga.

ANTONY
Time que defende: São Paulo
Time onde se encaixaria: RB Leipzig (ALE)

A revelação do São Paulo precisa ir para um clube que esteja acostumar a lidar com jovens talentos e que tenha a capacidade de lapidar pedras preciosas para transformá-las em jogadores de primeiro escalão. Essa é justamente a premissa básica do trabalho do RB Leipzig, clube que vem namorando o talentoso meia-atacante de 19 anos. Outras opções mais ou menos na mesma linha para Antony seriam o Borussia Dortmund e também o Ajax, onde hoje atua David Neres, outra cria da base são-paulina.

GERSON
Time que defende: Flamengo
Time onde se encaixaria: Arsenal (ING)

O dono do meio-campo flamenguista já teve uma experiência na Europa, mas não deu tão certo assim na Itália, onde defendeu Roma e Fiorentina. Mas o país perfeito para Gerson jogar é outro: a Inglaterra. O camisa 8 é um box-to-box, aquele cara que atua de uma área a outra do campo, um tipo de jogador que os torcedores da terra da Premier League adoram. Pelo que vem jogando, o meia cabe no elenco de qualquer um dos grandes clubes ingleses, mas sua maior chance de jogar com frequência talvez seja no Arsenal, que não possui tantos nomes de qualidade para executar essa função.


Mais de Brasileiros pelo Mundo

7 estrangeiros que estão livres para reforçar seu time em janeiro
Por onde andam 7 brasileiros que jogaram na Inter de Milão
Os 5 brasileiros que estão no caminho do Flamengo no Mundial de Clubes
7 jogadores que podem deixar o futebol brasileiro na janela de janeiro