País

PROTEÇÃO EM TEMPOS DE CORONAVÍRUS: O uso correto da máscara é fundamental para evitar a proliferação da Covid-19

PROTEÇÃO EM TEMPOS DE CORONAVÍRUS: O uso correto da máscara é fundamental para evitar a proliferação da Covid-19

Em tempos de pandemia devido ao novo coronavírus, a utilização das máscaras é indicada para evitar a proliferação da doença. A recomendação tem como base a proteção coletiva, uma vez que muitas pessoas estão infectadas e ainda não apresentaram sintomas da doença. A Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) reitera as orientações e instruções do Ministério da Saúde sobre confecção e lavagem de máscaras caseiras, por exemplo.

De acordo com os dados a Fiocruz recomenda que as pessoas façam o uso correto da máscara caseira, não a compartilhando com familiares, não tocando o rosto depois de colocá-la e fazendo a sua limpeza conforme orientação do MS, que reforça ainda a necessidade de manutenção do isolamento social e das medidas de higiene.

Segundo as informações do Ministério da Saúde, o uso de máscara de proteção é uma medida essencial para a proteção do sistema respiratório em diversas ocasiões, como é o caso de trabalhadores expostos a agentes físicos, químicos ou biológicos que podem desencadear doenças; de pessoas portadoras de doenças transmissíveis por meio de gotículas e aerossóis contaminados; e de pessoas que cuidam de indivíduos enfermos. Além disso, o uso de máscara é recomendado para pessoas que sejam portadoras de doenças que possam ser transmitidas via respiratória.

De acordo com novo estudo realizado pelos Centros de Controle e Prevenção de Doença dos Estados Unidos, o uso de máscaras confere mais proteção do que apenas o distanciamento social ou a higienização das mãos. Mas isso não quer dizer que você deve apenas usar máscara e esquecer das outras medidas e sim adotar todas elas.

Vale ressaltar ainda que pesquisas recentes mostraram que a principal forma de contaminação pelo coronavírus é de pessoa para pessoa, através de gotículas expelidas quando uma pessoa infectada espirra, tosse ou fala – mesmo que essa pessoa não esteja apresentando sintomas. Daí a importância do uso generalizado das máscaras. A Organização Mundial da Saúde orienta que as máscaras devem ser usadas em público para ajudar a impedir a propagação do coronavírus. Por outro lado, a organização ressalta que é de suma importância que o uso de máscaras venha acompanhado de outras medidas, como distanciamento social, evitar tocar o rosto e higienização constante das mãos.

Outro estudo recente da Universidade de Cambridge, no Reino Unido, oferece novas evidências de que as máscaras podem ser cruciais para evitar uma nova onda de infecções. A pesquisa afirma que os lockdowns sozinhos não serão suficientes para impedir futuras ondas de contágio, a não ser que isso seja combinado com o uso massivo de máscaras para retardar a propagação da doença.

Cuidados em relação às máscaras caseiras e à proteção contra a COVID-19

As máscaras caseiras podem ser produzidas com qualquer tipo de tecido, devendo apresentar uma camada dupla de tecido e elásticos ou tiras para que possa ser presa acima das orelhas e na nuca, protegendo o nariz e a boca; Tenha sempre duas máscaras quando sair, caso uma suje ou fique úmida, a troca deve ser efetuada; Chegando a sua casa, lave as máscaras com água e sabão, podendo também ser usada água sanitária, deixando-a de molho nela por cerca de 30 minutos; Mesmo que a máscara possa ser reutilizada, ela é de uso individual, ou seja, cada pessoa, mesmo que da mesma família, deve ter as suas.

Veja dicas de como agir caso o uso da máscara cause sensação de abafamento e irrite a pele.

Máscara de proteção x pele oleosa

O ideal é lavar bem o rosto com os produtos indicados antes de colocar a máscara, evitar o uso de maquiagem pesada e também lembrar de trocar a máscara a cada 2 horas para evitar que ela fique molhada, diminuindo a proliferação de bactérias que possam contribuir para o aparecimento da acne.

Máscara de proteção x pele seca

Do outro lado, as mulheres de pele seca devem investir em produtos que mantenham o rosto bem hidratado. E para que se tenha uma sensação melhor com a máscara, a indicação da é optar por produtos mais fluidos como loções ou gel-creme. Eles vão manter a pele hidratada sem correr o risco de deixá-la oleosa.

Máscara de proteção x pele sensível

Caso seja algo leve, causado apenas pelo próprio atrito, use antes de colocar a máscara passe um hidratante específico para peles sensíveis que contenha agentes calmantes e tente trocar o tipo de tecido utilizado. As mais recomendadas são as feitas de algodão e o ideal é que a utilize apenas o tempo em que estiver em contato com outras pessoas para evitar o atrito e abafamento causados por ela.

Máscara de proteção x pele normal ou mista

Se as mulheres com pele normal ou mista não tomarem os cuidados de higiene e limpeza da cútis e das máscaras podem sofrer todos os problemas listados acima. Portanto, para manter a pele saudável, nada de maquiagens pesadas ou de pular passos na rotina de beleza diária.