País

Primeira visita oficial de Bolsonaro no nordeste reúne 11 governadores e muitas manifestações: VEJA VÍDEO

Primeira visita oficial de Bolsonaro no nordeste reúne 11 governadores e muitas manifestações: VEJA VÍDEO

Em primeira viagem oficial ao Nordeste, o presidente Jair Bolsonaro (PSL) se reúne com Governadores de 11 Estados no Instituto Ricardo Brennand para Reunião do Conselho Deliberativo da Sudene. É nessa região que o presidente registra as piores avaliações – para 40% dos nordestinos, o governo é ruim ou péssimo, conforme o Ibope. O roteiro tomará toda a sexta-feira (24). Em Petrolina (PE), Bolsonaro vai entregar um conjunto habitacional do programa Minha Casa Minha Vida. Em Recife (PE), deverá anunciar um acréscimo de R$ 2,1 bilhões ao Fundo Constitucional de Financiamento do Nordeste, a ser usado em obras de infraestrutura. Ao todo, o fundo passará a ter R$ 25,8 bilhões em 2019.

Jair Bolsonaro  usou um helicóptero para se deslocar no Recife (PE), nesta sexta-feira (24), evitando passar por protestos e ter contato com a população local.

O presidente chegou à capital pernambucana por volta de 9h da manhã, pousando em uma base aérea, próxima ao aeroporto internacional da cidade.

Em seguida, pegou um helicóptero para um deslocamento de cerca de 15 km, até o Instituto Ricardo Brennand, complexo cultural da cidade, onde ocorre a reunião do conselho deliberativo da Sudene (Superintendência do Desenvolvimento do Nordeste).

15586945715ce7caab9c7d1 1558694571 3x2 md - Primeira visita oficial de Bolsonaro no nordeste reúne 11 governadores e muitas manifestações: VEJA VÍDEO
O presidente Jair Bolsonaro, durante cerimônia em Brasília – Adriano Machado – 21.mai.2019/Reuters

Pela internet, manifestantes marcaram de se reunir próximo ao local, com previsão de carro de som, leitura de carta aberta e até a queima de um caixão. A programação do Palácio do Planalto, no entanto, evitaria que Bolsonaro passasse perto de qualquer protesto.

De acordo com a agenda, o presidente tem 15 acompanhantes em sua comitiva, entre ministros, parlamentares e outros representantes do governo.

​O Nordeste é a região na qual Bolsonaro tem a sua pior avaliação. Segundo pesquisa Datafolha divulgada em abril, 39% dos nordestinos consideram o seu governo ruim ou péssimo ante 30% da média nacional.

O político também foi derrotado nos nove estados da região na eleição do ano passado, ficando atrás do então candidato Fernando Haddad (PT).

Fonte: Folha / Jornal do Comércio

Créditos: Folha / Jornal do Comércio