País

Perto de Notre-Dame | 4 agentes morrem esfaqueados em ataque ao comando da polícia em Paris

Perto de Notre-Dame | 4 agentes morrem esfaqueados em ataque ao comando da polícia em Paris

Suspeito era um agente administrativo que trabalhava no prédio, diz portal. Ele foi baleado e é um dos mortos


Polícia francesa isola área em frente à sede da Polícia de Paris em Paris, na França, nesta quinta-feira (3) —(Foto: AP Photo/Kamil Zihnioglu)

Um homem armado com uma faca atacou policiais na sede da polícia de Paris, na França, no início da tarde desta quinta-feira (3). Segundo o jornal Le Parisien, o agressor matou quatro pessoas antes de ser abatido por um dos agentes.

De acordo com a publicação, ainda é desconhecido o número total de feridos pelo ataque, que ocorreu próximo ao meio-dia no horário local (7h em Brasília). Um balanço oficial de vítimas ainda não foi divulgado.

Segundo o portal France Info, o suspeito, de 45 anos, era um agente administrativo que trabalhava na sede da polícia. Ele tinha experiência de mais de 20 anos como servidor público, na área de informática, e não havia queixas registradas contra ele. "Era um funcionário, a priori modelo, que não dava problemas", afirmou o secretário do sindicato Alliance Police, Loïc Travers.

Christophe Crépin, um porta-voz do coletivo France Police-Policiers en Colère, afirmou que o agressor tinha "problemas com sua chefe".

Um alerta foi transmitido nos alto-falantes do Palácio da Justiça de Paris, localizado em frente à sede da polícia, avisando sobre o ataque. "Um ataque ocorreu na sede da polícia, a situação está sob controle, o setor permanece sob vigilância", dizia a mensagem.

A prefeita de Paris, Anne Hidalgo, se manifestou no Twitter após o ataque. “O balanço é pesado, vários policiais perderam a vida. Em meu nome e no dos parisienses, meus pensamentos vãos paras famílias das vítimas e seus entes queridos”.

O Palácio do Eliseu, residência oficial da República francesa, informou que o presidente Emmanuel Macron foi ao local do ataque. Outras autoridades como o primeiro-ministro Edouard Philippe e o ministro do Interior, Christophe Castaner, estão no local. 

Na região do prédio, a estação de metrô Cité, da Linha 4, está fechada. A sede da polícia foi bloqueada pelas forças de segurança. O local do ataque fica perto da Catedral de Notre-Dame.

(Notícia em atualização...)

Veja também!

>>> Grêmio e Flamengo empatam no jogo de ida da semifinal da Libertadores

>>> Caso Aline: Preso suspeito de matar jovem que saiu para comprar fraldas

>>> Donald Trump teria feito medidas violentas contra imigrantes, diz NYT

Assista aos vídeos da RedeTV! no YouTube e inscreva-se no canal!