País

Página do 'G1' é utilizada para xingar criança que abraçou Bolsonaro em desfile; site diz que houve 'uso indevido'

Página do 'G1' é utilizada para xingar criança que abraçou Bolsonaro em desfile; site diz que houve 'uso indevido'

A página do G1, o portal de notícias da TV Globo, publicou em sua página oficial no Facebook, um comentário maldoso contra o menino que abraçou o presidente Jair Bolsonaro (PSL) e andou com ele no Rolls-Royce presidencial durante o desfile cívico-militar em Brasília, neste sábado (07).

Logo após compartilhar o link de uma entrevista com a criança, a própria página postou um comentário na publicação com xingamentos ao menino. “Moleque imbecil, vai se alfabetizar”, dizia o comentário. Internautas protestaram contra o site e fizeram prints do comentário, que foi deletado posteriormente.

O assunto logo viralizou nas redes sociais. Um internauta criticou os administradores da página. “Ministros de uma religião laica e raivosa, que não toleram nada que esteja fora do credo sócio-libertino em que eles creem”, disse um deles.

O ministro Abraham Weintraub também se pronunciou sobre a questão. “Caso isso seja verdade, é inacreditável. Mesmo para a xxxxx da globo/marinho! O editor escrever isso, inaceitável!!! Espero que Deus devolva em dobro todo o mal que há dentro de vocês”, escreveu o ministro no Twitter.

Por meio de nota, o G1 informou que a conta da página no Facebook foi indevidamente utilizada para um comentário ofensivo e que vai investigar e tomar medidas cabíveis sobre o episódio

Confira:

G1 - Página do 'G1' é utilizada para xingar criança que abraçou Bolsonaro em desfile; site diz que houve 'uso indevido'

Fonte: Polêmica Paraíba

Créditos: Polêmica Paraíba