País

Paciente de 36 anos que morreu por Covid-19 tinha diabetes e integrava grupo de risco

Paciente de 36 anos que morreu por Covid-19 tinha diabetes e integrava grupo de risco

A Paraíba registrou, nesta segunda-feira (30), o primeiro óbito confirmado por COVID-19. Trata-se de um homem de 36 anos, morador do município de Patos, que estava internado na UTI do Hospital Clementino Fraga. A confirmação laboratorial para COVID-19 se deu nesta segunda-feira (30), segundo a Secretaria de Estado da Saúde.

Apesar de ter apenas 36 anos e estar fora da faixa de idade que mais é sensível ao coronavírus, o paciente integrava o grupo de risco por ter diabetes.  Ele estava internado na UTI desde a última quinta-feira (26), por meio de transferência hospitalar.

De acordo com a Secretaria de Estado da Saúde, a confirmação laboratorial se deu nesta segunda-feira (30). Agora, as estatísticas sobre o Coronavírus na Paraíba são as seguintes:

– Casos confirmados: 17 – Casos descartados: 367 – Óbitos confirmados: 1

Além do patoense, a Secretaria Estadual de Saúde segue investigando outras mortes suspeitas da doença, dentre as quais a do publicitário Mateus Zerbone Carlos, filho do empresário Eduardo Carlos, dono das TV’s Cabo Branco e Paraíba. O exame do jovem de 34 anos deu inconclusivo para COVID-19 e o material foi encaminhado para Laboratório Evandro Chagas, em Belém no Pará, que deve divulgar o resultado em 10 dias.

Quem corre mais risco? Segundo o Ministério da Saúde, pessoas acima dos 60 anos e aquelas com doenças crônicas, como diabetes e doenças cardiovasculares correm mais risco. Esse público não deve viajar nem frequentar cinemas, shopping, shows e outros locais com aglomerações. A orientação é ficar em casa.

Caso utilize medicamento de uso contínuo, o paciente deve em contato com seu médico ou pedir para algum familiar ir até o posto de saúde para buscar uma receita com validade ampliada, principalmente no período de outono e inverno. Isso reduz o trânsito desnecessário nos postos de saúde e farmácias.