País

Mulher espancada por MC Reaça diz que ele quebrou mais de dez ossos de seu rosto

Mulher espancada por MC Reaça diz que ele quebrou mais de dez ossos de seu rosto

A mulher de 28 anos que foi espancada por Tales Alves Fernandes, o ‘MC Reaça’, no início de junho disse que o homem, que se matou após o crime, quebrou mais de dez ossos do seu rosto. A retina também sofreu um trauma que prejudica a visão. As informações foram divulgadas pelo site Universa, do Uol. A vítima ficou internada por duas semanas em um hospital em Indaiatuba, no interior de São Paulo. Ela passou por cirurgia e colocou placas e pinos no rosto e recebeu alta na última quarta-feira. A previsão é de ao menos trinta dias para as dores diminuírem e os pontos na boca começarem a cair, segundo a mulher. “Ele me bateu no rosto. Só no rosto, mais nada”, disse ao site. “Tem muitos ossos que foram quebrados e não tem como consertar. Vamos ter que esperar o organismo mesmo fazer a cicatrização”, complementa.

A mulher de Mc Reaça, de 28 anos teria cogitado gravidez durante a agressão. Foi o que revelou a mãe da jovem, em entrevista à emissora EPTV, afiliada da Rede Globo. A informação foi descartada após um teste feito no Hospital Augusto de Oliveira Camargo (HAOC), em Indaiatuba, onde ela continua internada e aguarda por cirurgia. Ela contou que não se lembra exatamente do que aconteceu. No dia da agressão a agente de viagens foi ao trabalho, chegou em casa à noite e preparou o jantar. Tales chegou por volta das 22h. O casal pretendia fazer um teste de gravidez. “Eu não tenho noção se houve uma discussão, eu acredito que não, porque a gente nunca brigava”, conta. “Eu me lembro de ele estar muito estranho. Um dos flashes que lembro da agressão, ele apertava o meu pescoço, me asfixiando”, disse ao Universa.

A mulher, que não quis ser identificada, disse que ela e Tales se conheceram na internet, na época em que ele organizava uma manifestação, em Indaiatuba, a favor da eleição de Bolsonaro. Amigos citaram os dois em uma mesma publicação nas redes sociais e eles passaram a conversar, até se conhecerem. Ela conta que Tales dizia que não mantinha relação com a esposa e que os dois não estariam juntos, mas não se divorciaram no papel por questões burocráticasA ocorrência pelo espancamento foi registrada como lesão corporal e violência doméstica. Horas depois do crime, o funkeiro cometeu suicídio. O corpo dele foi encontrado com sinais de enforcamento em uma rodovia.

O youtuber ficou conhecido nas redes sociais por compor jingles em apoio à campanha eleitoral de Jair Bolsonaro. Em suas composições, ele também debochava de partidos e temáticas de esquerda. O presidente usou a sua conta no Twitter para lamentar a morte. “(O MC Reaça) tinha o sonho de mudar o país e apostou em meu nome por meio de seu grande talento. Será lembrado pelo dom, pela humildade e por seu amor pelo Brasil. Que Deus o conforte juntamente com seus familiares e amigos”, tuitou. A postagem viralizou, dividindo os internautas.

Fonte: Meia Hora

Créditos: -