País

Morte de torcedor do Botafogo/PB no RN foi provocada por ruptura do coração e hemorragia

Morte de torcedor do Botafogo/PB no RN foi provocada por ruptura do coração e hemorragia

A perícia realizada no corpo do torcedor do Botafogo da Paraíba que morreu no último sábado (11) após dar entrada em um hospital municipal de Ceará-Mirim, na Grande Natal, constatou a ruptura do coração e uma hemorragia. Estes seriam os fatores que teriam provocado a morte de Eduardo Feliciano Justino da Silva, de 27 anos, segundo o diretor do órgão e perito criminal, Marcos Brandão.

De acordo com o perito, exames de dosagem alcóolica e toxicólógico normalmente são aguardados para que a causa da morte seja apontada, porém a necrópsia apontou que a ruptura da musculatura do coração foi determinante para que Eduardo viesse a óbtio. “A droga por si só não caracterizaria isso [que foi apontado na necrópsia”, atesta o especialista.

O exames devem ser concluídos em 10 dias e servirão para traçar as circunstâncias que a morte aconteceu. Brandão explica que o exame pericial não especifica o que poderia ter causado essas lesões. O velório do torcedor começou no domingo no bairro onde morava e foi sepultado na tarde desta segunda-feira (12).

O acompanhante dele na unidade de saúde relatou que ele foi espancado. O caso teria acontecido antes mesmo do jogo, segundo informações preliminares, o torcedor deu entrada no hospital por volta das 20h. Ele estava com sinais hematoma e ferimentos na região do tórax e da face, além de ter usado drogas ilícitas e álcool. O acompanhante dele na unidade de saúde relatou que ele foi espancado, o caso teria acontecido antes mesmo do jogo.

Fonte: Polêmica Paraíba

Créditos: Polêmica Paraíba