País

MADRUGADA DE VIOLÊNCIA NO MERCADO CENTRAL: PMs e guarda municipal destroem bancos de feirantes em JP

MADRUGADA DE VIOLÊNCIA NO MERCADO CENTRAL: PMs e guarda municipal destroem bancos de feirantes em JP

A Prefeitura de João Pessoa decidiu partir para a violência generalizada na madrugada desta quinta-feira (14), ao mandar a Polícia Militar e a Guarda Municipal destruírem os bancos dos feirantes no Mercado Central da Capital. A medida dura é por conta do combate ao coronavírus e a disseminação da Covid-19 em feiras públicas.

De acordo com as informações chegadas à redação do Polêmica Paraíba, “eles destruíram as barracas e levaram as frutas e verduras e agora os comerciantes da feira livre não têm como sobreviver, e o prefeito não dá um sinal de ajuda”, disse um feirante.

Entenda

De acordo com a Secretaria de Desenvolvimento Urbano de João Pessoa (Sedurb-JP), a suspensão das feiras livres já ocorreu em outras capitais do país. Esses espaços inviabilizam o cumprimento das exigências do Ministério da Saúde de combate ao coronavírus. No Mercado Central, ainda no sábado (9) passado, equipes da Secretaria estiveram no local informando os comerciantes que apenas os serviços essenciais que funcionam nos boxes do mercado poderia acontecer. Todas essas medidas foram especificadas no decreto municipal.