País

DESNUTRIÇÃO E FERIMENTOS: Polícia prende mãe e padrasto suspeitos de torturar menino de 7 anos

DESNUTRIÇÃO E FERIMENTOS: Polícia prende mãe e padrasto suspeitos de torturar menino de 7 anos

A Polícia Civil sob o comando do Delegado seccional Iasley Almeida conseguiu prender na manhã de hoje o casal Maria Aparecida Sousa Silva e Edilson Cosme Albuquerque, acusados de torturar e espancar um menino de apenas 7 anos na cidade de Boqueirão, filho de Maria.

A criança deu entrada no Hospital de Emergência e Trauma de Campina Grande, em estado de desnutrição e com ferimentos no dia 10 de julho, à noite. De acordo com a Polícia Civil, a criança estaria sofrendo maus-tratos praticados pela mãe, em Boqueirão, Cariri da Paraíba. O padrasto da criança também está sendo investigado.

O garoto apresentava lesões abertas e cicatrizadas, comprovando que foi agredido agredida por um longo período de tempo. Quando foi submetido ao exame, o menino estava muito debilitado, desnutrido e com um quadro de anemia profunda.

Um dos fatos que chamou a atenção foi que o menino tem um ferimento tão grave na cabeça que vai precisar passar por uma cirurgia plástica para reconstituir o tecido lesionado. Há marcas de espancamento também nos glúteos e nas costas.

“A criança estava com várias agressões pelo corpo e num estado de desnutrição total. Ficou colhido pelas investigações que a mãe da criança a agredia constantemente, amarrando-a pelos pés, torturando-a psicologicamente, omitindo a alimentação que a criança merecia, além de queimar o corpo da criança com vela e agredir seus testículos, mostrando claramente a sua intenção deliberada em tortura-lá para obter um mal maior, que seria a morte da criança”, declarou o delegado Francisco Iasley Almeida.

Fonte: Parlamento PB

Créditos: Parlamento PB