País

CRISE: Para fugir da falência, dono do Grupo Ser Educacional toma mais de R$ 300 milhões em empréstimos

CRISE: Para fugir da falência, dono do Grupo Ser Educacional toma mais de R$ 300 milhões em empréstimos

Impactado pela crise financeira, conforme antecipou, ontem (04), nosso blog, o empresário Janguiê Diniz, dono do Grupo Ser Educacional, fez cerca de R$ 300 milhões em empréstimos.

A medida visa prevenir os possíveis impactos financeiros decorrentes da pandemia do coronavírus. Essa semana ela já havia fechado uma de suas operações, a UNINABUCO.

Ao todo, R$ 100 milhões foram obtidos em operação via banco Santander, com vencimento previsto para 30 de abril de 2022.

O maior montante é um recurso de R$ 200 milhões tomado junto ao Itaú. O vencimento está previsto para 24 de abril de 2022.

O Ser Educacional é um dos maiores grupos educacionais do Nordeste. Com sede em Recife, possui unidades também nas regiões Norte e Sudeste.