País

Coronavírus no Brasil e no mundo | Trump reconhece chance de segunda onda de covid-19, mas fala em vacina

Coronavírus no Brasil e no mundo | Trump reconhece chance de segunda onda de covid-19, mas fala em vacina

O presidente americano, Donald Trump, reconheceu hoje a chance de os Estados Unidos viverem uma segunda onda de covid-19, possibilidade antes afastada por altos funcionários da Casa Branca. "Podemos ter outra onda, como aconteceu na Austrália, na França, na Espanha", disse o republicano, em entrevista à emissora Fox News.

Por outro lado, o líder da Casa Branca afirmou que uma vacina contra o novo coronavírus deve ser disponibilizada "muito antes" do fim do ano — segundo ele, graças aos esforços do governo.

Apesar da ameaça de uma segunda onda da pandemia no país, neste momento em que os EUA já veem alta significativa de casos de covid-19, o republicano defendeu o processo de reabertura econômica e as votações presenciais nas eleições de novembro.

"As escolas devem reabrir, crianças são praticamente imunes ao coronavírus", disse Trump durante a entrevista.

Ainda que a incidência de casos graves da covid-19 seja menor entre crianças, não há comprovação científica de que a doença não possa afetá-las. "Nosso maior problema, nesse momento, são os democratas que não querem reabrir economia", completou.