País

Cachorro late para policial e é baleado na boca em Joinville (SC)

Cachorro late para policial e é baleado na boca em Joinville (SC)
Pixabay/Imagem Ilustrativa

Um cachorro foi baleado na tarde do último sábado (8) durante uma operação policial em Joinville, no estado de Santa Catarina. A tutora de Bili revelou que o policial atirou no animal porque ele latiu.

Ao tomar conhecimento do caso, a Frente de Ação pelos Direitos Animais (Frada) decidiu intervir. No último domingo (9), a vice-presidente do grupo, Liliane Lovato, resgatou o cão e o levou ao veterinário.

Tutora de Bili, Bárbara Thaiana Gluchowski mora no bairro Paranaguamirim, onde os maus-tratos ao animal ocorreram. “Teve uma ocorrência na minha vizinha, e os policiais vieram atender o que estava acontecendo. Minha casa é de madeira e não tem muro, e tem as janelas direto para a rua. O cachorro passa por baixo da casa. Os policiais estavam andando na rua e meu cachorro saiu latindo por baixo da casa, e na mesma hora o policial sacou a arma e atirou na boca dele”, contou Bárbara, em entrevista ao portal NSC Total.

FAÇA PARTE DO #DiaDeDoarAgora EM 5 DE MAIO

A vice-presidente da Frada repudiou o despreparo do policial, que deveria ter reagido de outra forma. Ela soube do caso após ver fotos do animal ferido.

“O cachorro estar solto não justifica essa agressão, né? Dá pra ver que é um cachorro pequeno”, criticou.

Segundo Liliane, a entidade irá registrar um boletim de ocorrência sobre o caso e fará uma denúncia contra o policial na corregedoria. Até o momento, a polícia não se pronunciou.