País

Apresentador da Band é demitido após ofender jornalista da Folha durante discurso; confira

Apresentador da Band é demitido após ofender jornalista da Folha durante discurso; confira

Vereador da cidade de Belém e apresentador do programa policial Metendo Bronca, da RBATV, afiliada da Band no Pará, o radialista Joaquim Campos foi demitido da emissora nesta quinta-feira (20) após ofender a jornalista da Folha de São Paulo, Patrícia Campos Mello, em um discurso na Camara de Vereadores de Belém nesta quarta-feira (19). Nele, Joaquim Campos repetiu o discurso de que Patrícia queria sexo para conseguir informações contra o presidente Jair Bolsonaro sobre fake news nas eleições de 2018.

Tudo ocorreu na manhã desta quarta. Durante um discurso do vereador Toré Lima (PRB), Joaquim pediu a palavra e fez insinuações sexuais contra Patrícia, chamando a jornalista de “vagabunda”. Posteriormente, em sua rede social, o apresentador repetiu sua fala. “Não concordo que trocar informações por sexo seja jornalismo”, disse o vereador. A fala rapidamente foi criticada pelos seus colegas e tomou grande repercussão no estado inteiro.

Pressionada pela opinião pública e até pelo governador, a RBATV soltou um comunicado confirmando que não concorda com as opiniões de Joaquim Campos e que ele será dispensado do programa Metendo Bronca. A atração policial costuma marcar 5 pontos de média na Grande Belém e estava na emissora desde 2008.

O Podemos, partido de Joaquim Campos, também soltou nota e afirmou que enviou para o conselho de ética do partido, um ofício pedindo a investigação do apresentador por quebra de decoro parlamentar. O partido também afirmou que não concorda com as insinuações sexuais do apresentador da Band.

whatsapp image 2020 02 19 at 23 38 05 576x1024 - Apresentador da Band é demitido após ofender jornalista da Folha durante discurso; confira

“Em relação aos comentários do vereador Joaquim Campos (Podemos), no plenário da Câmara Municipal de Belém, na manhã desta quarta-feira (19/02), a Rede Brasil Amazônia de Comunicação tem a registrar o seguinte:

1. O vereador também é apresentador de programas de televisão da emissora há mais de 10 anos. As palavras do parlamentar não representam, em momento algum, a linha editorial adotada pela RBATV;

2. A RBA de Comunicacão repudia atitudes e manifestações ofensivas, preconceituosas e de misoginia, que venham a ferir a dignidade humana e a honra das pessoas e tomou a decisão de afastar o apresentador de suas funções na emissora;

3. A RBA tem se pautado por um jornalismo sério, pelo pluralismo de idéias, pensamentos e o respeito às posições políticas e ideológicas de todos os segmentos sociais;

4. A RBA reafirma a sua política editoral de valorização e respeito à pessoa humana, como tem feito nos últimos 30 anos.

RBA de Comunicação”

Leia o comunicado do Podemos na íntegra: “Nota Oficial do Podemos Pará

Sobre o caso do Vereador Joaquim Campos

Esclarecemos em caráter irrevogável que o Podemos não tolera qualquer tipo de preconceito, agressão e violência contra as mulheres.

Desta forma:

1- Prestamos total solidariedade a jornalista da Folha de São Paulo Patrícia Campos Mello, além da Vereadora de Belém Nazaré Lima, ambas atacadas covardemente pelo Vereador Joaquim Campos durante a sessão no Plenário da Câmara Municipal de Belém nesta quarta-feira.

2- Diante do fato ocorrido, tomando conhecimento de que o mesmo ainda está filiado ao Partido, e, não existindo condições da permanência do filiado nos quadros do Podemos, a Direção Estadual, por unanimidade, encaminhou pelo acionamento do referido vereador no conselho de ética, iniciando assim, o processo de expulsão.

3- Nascemos como partido sustentado por ideais democráticos. Atitudes como essa não serão toleradas, o Podemos é defensor intransigente do respeito e dos direitos.

Deputado Estadual Igor Normando – Presidente do Podemos – Pará”