País

Após entrar em túnel alagado, carro afunda e deixa uma pessoa morta

Após entrar em túnel alagado, carro afunda e deixa uma pessoa morta

Uma mulher morreu afogada na noite da quinta-feira (13) por não conseguir sair do Túnel Josué de Castro, no Pina, na Zona Sul do Recife. O local ficou alagado por causa da chuva registrada na Região Metropolitana. De acordo com o Corpo de Bombeiros, a vítima foi identificada como Mirelle Paula da Silva, de 34 anos.

Com este caso, subiu para sete o número de mortes confirmada sapós as chuvas. Em Jaboatão dos Guararapes, uma adolescente morreu e quatro pessoas da mesma família ficaram feridas em um deslizamento de barreira, em Jardim Monteverde, na quinta (13).

Também na quinta, em Camaragibe, a queda de uma encosta matou um homem e deixou sete pessoas desaparecidas. Até as 9h30 da sexta (14), a morte de cinco pessoas havia sido confirmada. Os bombeiros realizam buscas para encontrar dois desaparecidos.

Ainda de acordo com os bombeiros, a morte no túnel no fim da Via Mangue, que dá acesso à Avenida Antônio de Góes, ocorreu por volta das 20h30. A corporação informou que Mirelle e duas mulheres não identificadas estavam em um veículo que entrou no túnel inundado.

A corporação disse, ainda, que duas ocupantes conseguiram sair do carro, mas Mirelle não sabia nadar e morreu. Uma equipe de resgate foi acionada e chegou ao local às 20h59.

Alagamento

O Túnel Josué de Castro ficou alagado por causa das chuvas e foi fechado pela Autarquia de Trânsito de Transporte Urbano do Recife (CTTU). O gerente de Trânsito da Autarquia, Fabiano Ferraz, disse ao G1, por telefone, que o veículo desrespeitou a sinalização de bloqueio instalada na frente do túnel.

“Tinham cones e um caminhão de uma empresa contratada pela prefeitura para retirar a água com uma bomba de sucção estava atravessado na entrada. O carro passou pelo veículo e entrou no túnel alagado. Tinha muita água mesmo”, afirmou.

Ainda segundo Ferraz, as duas mulheres que escaparam foram salvas por uma equipe da Polícia Militar responsável por rondas na área.

“Os PMs e o pessoal que estava lá para tirar a água do túnel entraram e retiraram as duas moças. A mulher que morreu foi encontrada a uma distância de 10 metros do carro”, contou.

Fabiano Ferraz disse que as duas mulheres foram levadas para a Delegacia de Boa Viagem. Em nota, a PM informou que as duas sobreviventes apresentaram sinais de embriaguez. A condutora, segundo o gerente da CTTU, se negou a fazer o teste de bafômetro e teve a Carteira Nacional de Habilitação retida.

“O delegado disse que era para levar para a Central de Plantões [na Zona Norte], mas elas alegaram que estavam passando mal e seguiram para o Hospital da Restauração [na área central]”, acrescentou. Os nomes das duas sobreviventes não foram informados e, por isso, a unidade de saúde não informa o quadro clínico das pacientes.

Transtornos

O Recife teve 16 deslizamentos de barreira, todos sem vítimas, e parte de uma casa desabou em Dois Unidos, na Zona Norte da cidade, sem deixar feridos.

Aulas foram suspensas em universidades e escolas e ruas alagaram na capital e em cidades como Olinda, Paulista, Ipojuca e Jaboatão dos Guararapes. A Universidade Católica de Pernambuco (Unicap) informou que as atividades ficarão suspensas na sexta.

Os bairros de Boa Viagem e Pina, na Zona Sul do Recife, ficaram isolados do restante da cidade. Quem seguiu pelas Avenidas Boa Viagem e Conselheiro Aguiar encontrou retenção nas duas faixas da Avenida Antônio de Góes.

No bairro de Casa Forte, na Zona Norte, um caminhão derrubou um poste de iluminação pública e o arrastou por um trecho da Avenida 17 de Agosto, na madrugada desta quinta-feira.

Na Avenida Norte, vários pontos de alagamentos foram relatados: perto do cruzamento com a Rua Cônego Barata, na Tamarineira; na esquina da Rua 48, no Espinheiro; e antes do viaduto que cruza a Avenida Agamenon Magalhães, no Torreão, no sentido Centro da via.

No Arruda, na Zona Norte, também ocorreu o transbordamento do canal que corta a Avenida Professor José dos Anjos.

Por causa das fortes chuvas, a Defesa Civil do Recife atendeu, até as 17h, 227 ocorrências, fez 147 vistorias e atendeu a 80 pedidos de instalação de lonas em áreas de risco. Além disso, foram registradas 15 quedas de árvores e 26 semáforos ficaram danificados.

De acordo com a prefeitura, as árvores já foram retiradas das ruas e 19 semáforos foram consertados. A população pode registrar ocorrências envolvendo árvores por meio do número 156.

Previsão

As chuvas na Região Metropolitana do Recife (RMR) e nas Zonas da Mata Norte e Sul de Pernambuco continuam na noite desta quinta-feira (13). De acordo com a Agência Pernambucana de Águas e Clima (Apac), a previsão é de precipitações moderadas a fortes.

Na sexta-feira (14), de acordo com a meteorologista Zilourdes Lopes, o tempo permanece nublado a parcialmente nublado, com pancadas de chuva no Grande Recife e na Zona da Mata, com intensidade moderada.

Fonte: G1 Pb

Créditos: -