País

Acusado de mandar matar sócios em Campina Grande vai à juri popular nesta segunda

Acusado de mandar matar sócios em Campina Grande vai à juri popular nesta segunda

A Justiça vai levar à júri popular, nesta segunda-feira, 09, o empresário Nelsivan Marques de Carvalho, acusado, pelo Ministério Público, de mandar matar seus próprios padrinhos, ao final de sua festa de casamento.

O crime ocorreu em 29 de março de 2014 em frente a uma casa de recepções no bairro do Catolé.

Washington Luis e Lúcia Santana Pereira eram padrinhos do casamento e sócios de Nelsivan em uma faculdade de ciências humanas.

De acordo com as investigações, na noite do crime, as vítimas se despediram dos noivos por volta das 21h e saíram em direção ao carro, quando foram alvejados por tiros.

Além do empresário, também serão julgados Alef Sampaio dos Santos e Maria Gorete Alves Pereira, acusados de envolvimento no duplo homicídio.