Mundo

ONU pede 'nervos de aço' para evitar conflito entre EUA e Irã

ONU pede 'nervos de aço' para evitar conflito entre EUA e Irã

O secretário-geral da Organização das Nações Unidas (ONU), Antonio Guterres, disse neste domingo (23) que é essencial evitar “qualquer forma de escalada” das tensões entre Estados Unidos e Irã na região do Golfo Pérsico, no Oriente Médio.

Há temores de um conflito após a derrubada de um drone norte-americano pelo Irã na semana passada.

“O mundo não pode permitir um grande confronto no Golfo”, disse Guterres, nos bastidores da Conferência Mundial de Ministros Responsáveis pela Juventude, em Lisboa . “Todos devem manter nervos de aço.” As tensões entre os países aumentaram há cerca de suas semanas. Confira abaixo a cronologia dos fatos:

No último dia 13, dois navios petroleiros foram danificados no Golfo do Omã. Na ocasião, o secretário de Estado americano, Mike Pompeo, acusou o Irã de ser “responsável” pelo ocorrido.

Na quinta-feira (20), um míssil iraniano destruiu um drone de vigilância dos EUA. Os norte-americanos disseram que o incidente aconteceu no espaço aéreo internacional.

No dia seguinte, os EUA planejavam um ataque direto ao Irã. Porém, o presidente Donald Trump ordenou o cancelamento do ataque 10 minutos antes. A ação poderia ter resultado em 150 mortes.

No último sábado (22), o Irã repetiu que o drone foi abatido sobre seu território e disse que responderia com firmeza a qualquer ameaça dos EUA.

Também no sábado, Trump ameaçou aplicar novas sanções contra o Irã.

Os comentários de Guterres vêm um dia depois de o presidente dos EUA, Donald Trump, ter dito que imporá novas sanções ao Irã.

“É absolutamente essencial evitar qualquer forma de escalada”, acrescentou Guterres.

Fonte: G1

Créditos: G1