Mundo

Oliver Stone diz que apagão na Venezuela pode ter sido causado por ataque dos EUA

Oliver Stone diz que apagão na Venezuela pode ter sido causado por ataque dos EUA

oliver e1553115912808 - Oliver Stone diz que apagão na Venezuela pode ter sido causado por ataque dos EUA

O cineasta norte-americano Oliver Stone postou um texto em sua página no Facebook, no qual diz que não se pode descartar a participação dos Estados Unidos na queda de energia elétrica que atingiu a Venezuela, entre os dias 7 e 12 de março, provocando prejuízos à população.

Stone divulgou uma cena do Filme “Snowden”, dirigido por ele, no qual o então agente da NSA aparece espionando, entre outros, a Venezuela e o Brasil.

Acompanhem a íntegra do texto:

De 7 de março a 12 de março deste ano, a Venezuela sofreu a pior queda de energia elétrica da sua história. Aconteceu logo depois de Juan Guaidó – um presidente autodeclarado apoiado pelos EUA – retornou para a Venezuela e pediu protestos em massa para tentar forçar o governo de Nicolás Maduro a deixar o poder. Uma coincidência?

Nosso governo causou estragos em sistemas de computadores estrangeiros antes, por exemplo, no Irã, no final dos anos 2000, em uma operação conjunta dos EUA / Israel que visava o programa nuclear do Irã. Como Kalev Leetura escreveu recentemente na Forbes, “a ideia de um governo como os Estados Unidos interferindo na [da Venezuela] é realmente bastante realista. Operações cibernéticas remotas raramente exigem uma presença significativa no solo, tornando a operação de influência ideal aceitável”.

Não podemos ter certeza de que o governo dos EUA esteve envolvido nesta situação sem precedentes, mas sabemos que o governo Trump está engajado em uma estratégia de mudança de regime imprudente na Venezuela, buscando fomentar um golpe militar ou uma revolta em massa por meio da criação de uma presidência paralela, impondo sanções econômicas devastadoras e ameaçando a intervenção militar.

Assistam ao trecho do filme “Snowden”:

Snowden Redux in Venezuela

From March 7 to March 12 of this year, Venezuela experienced the worst electrical outage in its history. It took place just after Juan Guaido — a US-backed self-declared president — returned to Venezuela and called for massive protests to try to force the Nicolas Maduro government out of power. A coincidence? Our government has wreaked havoc in foreign computer systems before, for instance in Iran in the late 2000s, in a joint U.S./Israel operation targeting Iran's nuclear program. As Kalev Leetura wrote in Forbes recently,¨the idea of a government like the United States interfering with [Venezuela's] is actually quite realistic. Remote cyber operations rarely require a significant ground presence, making the ideal deniable influence operation."We can't be sure that the U.S. government was involved in this unprecedented outage, but we do know that the Trump administration is engaged in a reckless regime change strategy in Venezuela, seeking to foment a military coup or mass uprising through its creation of a parallel presidency while imposing devastating economic sanctions and threatening military intervention.

Gepostet von Oliver Stone am Dienstag, 19. März 2019

Fonte: Revista Fórum

Créditos: Redação Revista Fórum