Mundo

Helicópteros e petroleiros ajudarão a limpar óleo nas Ilhas Maurício

Helicópteros e petroleiros ajudarão a limpar óleo nas Ilhas Maurício

Dois petroleiros e vários helicópteros foram enviados para impedir o derramamento de combustível de um navio encalhado na costa das Ilhas Maurício, informou nesta segunda-feira (10) a empresa japonesa Nagashiki Shipping, proprietária do navio.

O graneleiro MV Wakashio, com bandeira panamenha, permanece encalhado na costa leste das Maurício desde 25 de julho, embora na quinta-feira passada (13) o governo mauriciano tenha confirmado que o navio teve uma ruptura e que estava derramando sua carga de combustível no mar, e já na sexta-feira (14) foi declarado o “estado de emergência ambiental”.

“O principal problema no momento é reduzir os efeitos do vazamento e proteger o meio ambiente”, disse a empresa em comunicado divulgado pela mídia local.

As autoridades, segundo o comunicado, ordenaram o envio de dois petroleiros, o MT Elise e o MT Tresta Star, e rebocadores para ajudar a remover o óleo combustível do MV Wakashio.

O oceanógrafo e especialista ambiental mauriciano Vassen Kauppaymuthoo estimou que vai demorar "cerca de dez anos para o ecossistema marinho se parecer com o que era", em declarações recolhidas pelo portal de informação Defimedia.

Veja: Voluntários tentam limpar Ilhas Maurício após vazamento de óleo