Mundo

Fórum Econômico Mundial de Davos | Trump critica o que ele considera os 'catastrofistas' da mudança climática

Fórum Econômico Mundial de Davos | Trump critica o que ele considera os 'catastrofistas' da mudança climática

Em um discurso hoje diante de líderes políticos e econômicos em Davos, o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, criticou o que ele chama de "catastrofistas", aqueles que alertam para as sérias consequências das mudanças climáticas. A ativista ambiental sueca Greta Thunberg, que também participa do Fórum Econômico Mundial, estava na plateia.

"Temos que rejeitar os eternos catastrofistas e suas previsões apocalípticas", disse Trump, poucas horas depois de Greta denunciar que "nada tem sido feito" para combater o aquecimento global.

Trump acusou os "herdeiros dos insensatos videntes do passado" de se enganarem sobre a mudança climática, como já fizeram - segundo ele - quando previram, décadas atrás, a superpopulação do planeta ou o fim do petróleo.

"Nunca deixaremos os socialistas radicais destruírem nossa economia", afirmou, em uma possível referência a seus rivais democratas na eleição presidencial americana, em novembro.

O discurso de Trump se concentrou em destacar com números abundantes as conquistas econômicas durante sua Presidência.

Ele também destacou o aumento da produção de petróleo, gás e carvão, que "teve tanto êxito que os Estados Unidos não precisam mais importar energia de nações hostis".

Um trilhão de árvores

Trump afirmou ainda que seu país se juntará à iniciativa do evento para plantar 1 trilhão de árvores. Neste ano, o tema do encontro em Davos é a sustentabilidade.

A mudança climática e a destruição ambiental lideram os riscos a serem enfrentados pelos líderes globais, segundo uma pesquisa que antecedeu o encontro de 2020 da elite global na estação de esqui suíça.

*Com informações da AFP e da Reuters.