Mundo

EUA suspendem voos para a Venezuela por medo de violência

EUA suspendem voos para a Venezuela por medo de violência

Departamento de Segurança Interna alega falta de segurança nos arredores dos aeroportos venezuelanos. Medida faz parte de sanções norte-americanas

Giovanna Orlando, do R7

Os Estados Unidos pediram para suspender todos os voos comerciais e de carga para a nesta quarta-feira (15). Em carta para o Departamento de Transportes americanos, o Departamento de Segurança Interna alegou falta de segurança nos arredores dos aeroportos venezuelanos.

“As condições na Venezuela ameaçam a segurança e integridade física dos passageiros, tripulantes e da aeronave viajando para ou vindo daquele país”, alega a carta.

Outros países e companhias aéreas já haviam cancelado voos para a Venezuela por medidas de segura e por dívidas do governo venezuelano. A American Airlines, companhia norte-americana, era a principal empresa com voos entre os dois países e anunciou em março que cancelaria os voos para a Venezuela por tempo indeterminado.

A medida faz parte da campanha anti-Maduro adotada pelo governo de , que reconhece o presidente do Parlamento Juan Guaidó o presidente legítimo do país. Na semana passada, Trump , para pressionar economicamente o país.