Mundo

ESPERANÇA NA PANDEMIA: Vitamina D é estudada como arma na prevenção ao coronavírus

ESPERANÇA NA PANDEMIA: Vitamina D é estudada como arma na prevenção ao coronavírus

Cientistas da Universidade de Turim, na Itália, divulgaram estudo em que recomendam tomar Vitamina D para combater a pandemia do coronavírus, afirma o jornal italiano La Repubblica. O estudo dos professores Giancarlo Isaia e Enzo Medico, que atuam, respectivamente, nas áreas de Geriatria e Histologia, foi submetido à Academia de Medicina de Turim, que julgaram-no “muito interessante”.

Segundo os professores, a Vitamina D não cura o coronavírus, mas seria uma ferramenta para reduzir os fatores de riscos causados pelo vírus. Isso porque dados coletados em Turim indicam que os pacientes hospitalizados por Covid-19 têm prevalência alta de hipovitaminose D, isto é, pouca Vitamina D no organismo.

Por isso, medidas como ficar exposto ao sol, em varandas e terraços, por exemplo, são recomendadas pelos médicos. Além disso, alimentos ricos em Vitamina D, como atum, salmão, bife de fígado e gemas de ovos, e medicamentos – sob supervisão médica – também são aconselhados. “A compensação por essa ampla deficiência de vitamina pode ser alcançada principalmente pela exposição à luz solar, tanto quanto possível, mesmo em varandas e terraços, alimentando-se de alimentos ricos em vitamina D e, sob supervisão médica, tomando medicamentos específicos “, afirmam os pesquisadores.

“Essas indicações derivam de inúmeras evidências científicas que demonstraram um papel ativo da vitamina D na modulação do sistema imunológico, a associação frequente da hipovitaminose D com inúmeras patologias crônicas que podem reduzir a expectativa de vida em idosos”.