Mundo

Cômoda virou sobre ele | Ikea pagará US$ 46 mi a família de garoto que morreu sufocado

Cômoda virou sobre ele | Ikea pagará US$ 46 mi a família de garoto que morreu sufocado

A Ikea fechou um acordo e vai pagar uma indenização de US$ 46 milhões à família de um garoto que morreu sufocado após uma cômoda virar sobre ele nos Estados Unidos.

Jozef Dudek, de Buena Park, na Califórnia, tinha 2 anos quando o acidente com uma cômoda da linha Malm ocorreu, em 2017.

Em uma ação movida na Filadélfia, os pais do menino acusaram a empresa sueca de móveis de saber que o item representava perigo e de não avisar os clientes para prendê-la na parede.

Em 2016, o modelo da cômoda foi alvo de um recall por questões de segurança. A empresa convocou 36 milhões de peças com falhas na América do Norte (e mais 1,6 milhão de na China) após acidentes levarem à morte de seis crianças e ferirem outras 30 feridas só nos EUA. Foi o maior recall já realizado no país.

"Nunca pensamos que uma criança de dois anos pudesse virar uma cômoda e ser sufocada por ela. Percebemos muito tarde que ela não estava estável", disse a mãe do menino, Joleen Dudek, à Sky News.

Parte do valor será doada a organizações que trabalharam para melhorar a qualidade dos testes de segurança em produtos.

Em nota, a Ikea disse que "segue comprometida a trabalhar e colaborar para garantir a segurança dos clientes em suas casas". "De novo, oferecemos nossas profundas condolências à família", completa a nota.