Mundo

China relata mais 17 casos de pneumonia causada por novo vírus

China relata mais 17 casos de pneumonia causada por novo vírus

Autoridades sanitárias na China informaram neste domingo (19) que foram detectados na cidade de Wuhan mais 17 casos de pneumonia causados por um novo tipo de coronavírus, com duas mortes, elevando o número total de pessoas infectadas para 62.

Entre os 17 novos casos, 12 são homens e cinco mulheres, entre 30 e 79 anos. Três deles estão em estado crítico, segundo a Comissão Municipal de Saúde da cidade, na região centra do território chinês.

Os pacientes apresentaram sintomas como febre e tosse antes da última segunda-feira e foram levados para o Hospital Jinyintan, em Wuhan, exceto para duas pessoas em estado crítico. A comissão também informou que quatro pacientes, já curados, tiveram alta do hospital na última sexta.

A análise epidemiológica de casos previamente detectados mostrou que algumas das pessoas infectadas não foram expostas ao mercado de peixe e marisco de Huanan, em Wuhan, com o qual se acredita que a maioria dos casos esteja associada. O local foi temporariamente fechado e está passando por um trabalho de desinfecção.

A comissão informou hoje que até a última sexta foi detectado um total de 62 casos em Wuhan, uma cidade de 11 milhões de pessoas, entre os quais duas pessoas morreram e oito estão em estado crítico, enquanto 19 tiveram alta do hospital.

Entre os 763 contatos próximos aos infectados que foram colocados sob observação médica, 681 foram dispensados, segundo a agência municipal de saúde, que observou que até o momento não foi constatado caso algum de contágio no ambiente das pessoas afetadas.

Até agora, todos os registros oficiais na China foram registrados em Wuhan, embora o jornal independente de Hong Kong "South China Morning Post" tenha dito neste domingo que pelo menos dois outros casos novos foram relatados na cidade de Shenzhen e um em Xangai, a capital financeira do país.