Mundo

Atentado com bomba no Paquistão mata 6 e deixa 24 feridos

Atentado com bomba no Paquistão mata 6 e deixa 24 feridos

Um atentado com bomba realizado nesta segunda-feira (10) contra um mercado na província do Baluchistão, no sudoeste do Paquistão, deixou seis mortos, pelo menos, além de 24 feridos, conforme indicaram fontes oficiais.

A explosão aconteceu na localidade de Chaman, próxima à fronteira com o Afeganistão. O alvo era um veículo da Força de Controle de Narcóticos, segundo informou o porta-voz da polícia regional, Gul Rahim, à Agência Efe.

"O artefato explosivo improvisado estava colocado em uma moto estacionada. Aparentemente, foi um ataque contra um veículo da narcóticos", explicou.

Todos os 24 feridos, de acordo com as primeiras informações, são agentes da unidade especial da polícia local.

Imagens exibidas pelas emissoras locais de televisão, desde poucos instantes depois da ação, mostraram lojas e outros veículos destruídos.

Até o momento, nenhuma organização reivindicou a autoria da explosão. O primeiro-ministro do Paquistão, Imram Jhan, se manifestou para condenar o atentado e para expressar pesar pelos mortos.

Área crítica

A província do Baluchistão é uma das localidades mais conflitivas do país asiático, com a presença de diversas organizações armadas separatistas, facções talibãs e grupos jihadistas.

O Exército de Libertação Baluchi, que busca a independência da região, reivindicou no fim de junho um ataque realizado contra a bolsa de valores de Karachi, capital da província de Sindh. A ação resultou em sete mortes, entre elas, quatro de insurgentes.