Mundo

Arma que Van Gogh teria usado para se suicidar é leiloada em Paris

Arma que Van Gogh teria usado para se suicidar é leiloada em Paris

Revólver encontrado 70 anos após a morte do pintor, em um campo, foi arrematado por cerca de R$ 700 mil por um comprador desconhecido

Arma que Van Gogh teria usado para se suicidar é leiloada em Paris

Da EFE

A arma com a qual supostamente o em 1890 foi arrematada nesta quarta-feira em um leilão em Paris por US$ 182 mil (cerca de R$ 700 mil), valor desembolsado por um comprador particular.

Os responsáveis pela casa de leilões Drouot esperavam arrecadar entre US$ 45 mil (cerca de R$ 173 mil) e US$ 67 mil (cerca de R$ 258 mil) pela peça, muito abaixo do valor final.

A Drouot afirmou em comunicado que Van Gogh disparou até 18 vezes com este revólver Lefaucheux, objeto encontrado em 1960 por um homem que cultivava o campo onde supostamente o pintor se suicidou.

Um porta-voz afirmou à Agência Efe que o comprador foi "uma pessoa particular", sem dar mais detalhes sobre a identidade.

"O leilão esteve à altura da expectativa criada por esta arma lendária. O interesse internacional suscitado por esta venda mostra o mito que rodeia Vincent Van Gogh", declarou o curador da venda, Grégoire Veyres.

A Drouot expôs a arma neste últimos dias e defendeu a autenticidade do objeto, apesar das dificuldades que representa conhecer a realidade de um revolver que se perdeu no dia em que foi disparado pela última vez e só foi encontrado 70 anos mais tarde.

Segundo a casa de leilões, o calibre do revólver, de 7 mm, coincide com o da bala achada no corpo de Van Gogh e seu gatilho está em posição aberta, o que significa que acabara de ser disparada.

Além disso, o mau estado do Lefaucheux é explicado pelo fato de ter permanecido sob a terra durante anos.

O suicídio de Van Gogh também é controverso, já que alguns especialistas sustentam que foi vítima de um homicídio imprudente.