Mundo

Aos 93 anos, Rainha Elizabeth anuncia compromisso de proteger a comunidade LGBT

Aos 93 anos, Rainha Elizabeth anuncia compromisso de proteger a comunidade LGBT

Durante discurso na abertura do Parlamento, a rainha Elizabeth prometeu “combater” a discriminação e intolerância, especialmente contra a comunidade LGBT.

O discurso da rainha na abertura do parlamento do Estado se concentrou fortemente na logística do Brexit. Também incluiu uma linha de apoio poderoso para os cidadãos LGBT do Reino Unido.

Ela disse, “Nosso governo certamente fará mais progressos para combater as disparidades salariais e a discriminação de gênero. As pessoas geralmente são discriminadas com base em sua raça, fé, sexo, deficiência ou orientação sexual “.

Esta foi a primeira vez que os direitos LGBT foram mencionados pela rainha durante um discurso desde 2003. Anteriormente, ela prometeu aumentar a “igualdade e justiça social ao apresentar legislação sobre o registro de parcerias civis entre casais do mesmo sexo. ”

Direitos LGBT no Reino Unido

Os direitos LGBT percorreram um longo caminho na Grã-Bretanha ao longo do reinado de 65 anos da rainha Elizabeth. Atos homossexuais particulares entre homens com mais de 21 anos de idade não foram descriminalizados na Inglaterra e no País de Gales até 1967.

Mais de um ano atrás, o primo da rainha Elizabeth, Ivor Mountbatten, se tornou o primeiro membro abertamente gay da família real britânica.

O grupo pelos direitos LGBT Stonewall manifestou satisfação ao ouvir os direitos de gays, lésbicas e transgêneros abordados durante o discurso da rainha : “Ficamos muito satisfeitos ao ouvir um claro reconhecimento da rainha. Mas é preciso fazer mais para combater a discriminação nos próximos dois anos, juntamente com outras formas de discriminação ” declarou o grupo através de comunicado.