Mundo

Alemanha obriga quem volta de áreas de risco a fazer teste de covid

Alemanha obriga quem volta de áreas de risco a fazer teste de covid

Os testes para detecção do novo coronavírus serão obrigatórios na Alemanha a partir do próximo sábado para todos os viajantes que retornam de áreas consideradas de alto risco, incluindo o Brasil, informou o Ministro da Saúde, Jens Spahn, nesta quinta-feira (6).

O plano de obrigar a realização dos testes já havia sido aprovado na semana passada, mas a data ainda não havia sido definida. De acordo com o novo regulamento, os viajantes terão que apresentar um teste realizado nas últimas 48 horas no local de entrada no país, seja aeroporto, estação ferroviária ou terminal de ônibus, ou dentro de três dias em qualquer um dos locais preparados para esse fim.

O viajante será colocado em quarentena até que o resultado do teste seja divulgado, o que pode levar até dois dias. Quem descumprir a lei pode ser multado em até 25 mil euros.

"É claro que isto é uma restrição das liberdades individuais, mas me parece ser proporcional à situação e aceitável. A liberdade implica também em responsabilidade para com os outros", declarou Spahn à imprensa.

Testes gratuitos

O ministro destacou que os testes a serem realizados na Alemanha serão gratuitos para as pessoas envolvidas e rebateu as críticas daqueles que acham que os viajantes que decidem ir a áreas de risco deveriam arcar com os próprios custos.

No total há cerca de 130 regiões classificadas como de risco pelo Instituto Robert Koch (RKI). Dentro da União Europeia, há as regiões espanholas de Catalunha, Aragão e Navarra, a Antuérpia, na Bélgica, e Luxemburgo. Brasil, Estados Unidos, Egito e Rússia, além de vários outros países, também estão "fichados".

O RKI estabelece sua lista com base nas taxas de infecção. O critério básico é que mais de 50 infecções por 100 mil habitantes tenham sido registradas nos últimos sete dias.