Mundo

130 passageiros | Avião com falha realiza pouso de emergência com sucesso em Madri

130 passageiros | Avião com falha realiza pouso de emergência com sucesso em Madri

Um avião com 130 passageiros fez um pouso de emergência no aeroporto Adolfo Suárez Madrid Barajas, o principal da Espanha, localizado na capital Madri. A aeronave da Air Canada, um Boeing 767, que fazia voo AC837, sobrevoou a região de Madri para gastar combustível e poder aterrissar com mais chances de sucesso.

O motivo do problema foi um defeito em uma das rodas durante a decolagem. Agências de notícias e jornais fizeram transmissões ao vivo para captar a aterrissagem:

O destino do voo era Toronto, mas pouco após a saída do aeroporto, o piloto adotou um procedimento para retornar à capital espanhola. "Neste momento, estamos nos dirigindo para o Aeroporto de Barajas e vamos voltar a Madri para aterrissar, porque, como sabem, tivemos um pequeno problema com uma das rodas do avião durante a descolagem", esclareceu o piloto, aos passageiros, de acordo com o diário El Mundo.

"Como estamos muito pesados pelo nível do combustível, temos de gastar antes de poder pousar. Vamos pousar dentro de alguns minutos. Quando estivermos prontos para a aterragem, informamos. Agradecemos a vossa paciência e pedimos muita calma e muita paciência", acrescentou o piloto.

Pouso

Reprodução/YouTube
Imagem: Reprodução/YouTube

Depois de passar cerca de três horas queimando o combustível, a fim de tornar a aeronave mais leve para o pouso, o piloto conseguiu pousar o avião por volta das 15h07 (horário de Brasília). Assim que o veículo começou a se aproximar da pista, viaturas de emergência se aproximaram para socorrer os passageiros.

O pouso foi feito com sucesso e, de acordo com o canal T13, que transmitiu ao vivo o percurso feito pelo avião, os passageiros permaneceram seguros até esse momento. Um vídeo feito por um passageiro do avião registrou o momento do pouso, em que os demais aplaudiram o piloto após o veículo aterrizar no chão.

Segundo a Reuters, serviços de emergência mobilizaram bombeiros e equipes médicas, enquanto o ministro dos Transportes, José Luis Abalos, foi ao aeroporto para acompanhar o pouso.

A Força Aérea espanhola também enviou um avião de caça F-18 perto do Boeing para verificar as condições do trem de pouso, segundo o ministério da Defesa.

Drones fecharam aeroporto mais cedo

O dia no aeroporto de Madri foi movimentado, e não só pelo voo da Air Canadá. O espaço aéreo foi fechado no começo da tarde por conta da presença de drones. "Dois pilotos viram um drone", disse uma porta-voz do Enaire, que administra aeroportos na Espanha. Foi aplicado o protocolo de segurança para esses casos. O aeroporto ficou fechado até 14h40, no horário local, e o incidente está sendo investigado, disse a porta-voz.

O operador Aena comunicou que 22 voos tiveram que ser desviados por causa do fechamento.